Céu Em Chamas – Infernal

Por: (Arte Metal)

Achar um ponto de equilíbrio é algo difícil em qualquer situação na vida, porém quando se chega mais perto disso melhor. Na música não é diferente, a chance de abranger e agradar mais gente quando se encontra equilíbrio é bem maior, portanto o sucesso fica mais próximo (não, não falamos de sucesso ‘mainstream’, apenas de fazer certo).

Os paulistas do Céu Em Chamas, banda de Itapira, chegam bem perto disso com sua proposta sonora. Afinal, a banda opta por mesclar elementos do atual Metalcore, Thrash Metal e até Death Metal em sua música, porém sem dar ênfase a nenhum e misturando tudo muito bem.

Na primeira música Lutar, a impressão que se tem é que a banda vai descambar pra um Metalcore comum, devido aos elementos mais atuais, quebradas típicas do estilo e o ‘groove’ imposto. Porém, fica ali e no restante do trabalho a variação é maior e isso já fica evidente na ‘thrasher’ Portões do Inferno.

A variedade aparece na excelente faixa Caos, onde a banda consegue mostrar toda sua técnica e versatilidade de forma magistral. Já quem prefere um Death Metal que fica entre o brutal e o ‘old school’, vá direto pra faixa Inferno. Porém, há mais que isso, pois as músicas mencionadas só são referências.

O grupo opta por cantar em português, mas os vocais urrados de Rafael Coradi (ex-Slasher) não são tão inteligíveis, e varia em momentos oportunos. A produção tem uma ótima qualidade, deixa o som atual, mas sem excessos. Por fim, a estreia do Céu Em Chamas é boa e a banda deve ser conferida por amantes do Metal extremo!

Céu em Chamas - Infernal

Nota: 9,0

Tracklist:

  1. Lutar
  2. Portões do Inferno
  3. Gritos e Sussurros
  4. Correntes
  5. Caos
  6. Inferno
  7. Falida Imaginação
  8. Sopro da Destruição
  9. Olhos Pulsantes

Links sobre a banda:

Site / Facebook

Comentários

Você pode gostar...