False Reality – End of Eternity

Por: (Arte Metal)

A Romênia tem surpreendido com a qualidade de sua cena, pena que não exporta tanto as bandas, ou melhor, quase nada. Porém, não é falta de talento e sim de mais exposição e interesse do público amante da música pesada.

Apesar de ter surgido em 1998, este é o primeiro disco do False Reality, que sofreu com alguns hiatos durante sua jornada no underground. Antes de End of Eternity a banda lançou uma demo em 1999 e um EP em 2002, portanto, a banda tinha bastante lenha pra queimar quando compôs o debut.

A sonoridade do grupo faz a tradicional mescla entre o Death, Doom e Black Metal e soa muito bem encaixada. E essa mescla tem até seus climas e momentos divididos, afinal na faixa Rapture and Pain (a mais bela e trabalhada do disco) o Atmospheric Doom dá as caras lindamente, enquanto em Rih al Khamsin uma faceta mais maléfica aparece e em Requiem into Darkness o Death Metal tem mais força.

Porém, há elementos comuns em todas as faixas. Os arranjos atmosféricos praticamente circundam todas as composições, com fortes e coesas bases de guitarras sendo apoiadas por uma cozinha consistente. O vocal de Ioan “Ionnini” “Judas” Crișan é um gutural inteligível e ainda conta com apoio de limpos feitos pelo guitarrista Lucian “Lucullus” Popa.

Todo o conteúdo é brindado com uma produção de qualidade, natural e atual. A sonoridade equilibrada, sem exagero em momento algum, ganha o jogo já na primeira audição e pode agradar desde fãs de Graveworm, passando por Dimmu Borgir e Amon Amarth.

Nota: 8,5

Tracklist:

  1. Bewitched
  2. The Silence Within
  3. Rapture and Pain
  4. Rih al Khamsin
  5. Requiem into Darkness
  6. End of Eternity
  7. Dear Friend

Links sobre a banda:

Site  / Facebook

Comentários

Você também pode se interessar por...