Maximus Festival – 13/05/2017 – São Paulo/SP

No dia 13 de Maio, sábado, aconteceu no Autódromo de Interlagos a Segunda Edição do Maximus Festival, em São Paulo. Em 2016 o Festival ocorreu em Setembro, alguns meses depois ele está de volta e com uma nova mistura estilos e bandas.

Desta vez o festival teve nomes bem conhecidos dos palcos mundiais como: Slayer, Pennywise, Linkin Park entre muitas outras. Uma mistura de bandas que foram do Punk ao Thrash Metal.

Como todo grande festival, era possível ver longas filas, seja para comer, beber ou ir ao banheiro. Muitos usuários também encontraram problemas com a forma de pagamento eletrônica. Alguns relataram que os créditos de suas pulseiras haviam sido bloqueados, outros relataram que os créditos sumiram. O posto de atendimento ao usuário também teve longas filas.

Mas no geral, todos puderam aproveitar o festival da melhor forma possível.

Segundo a organização, pouco mais de 40 mil pessoas puderam aproveitar o sábado ensolarado com muita música, espalhados por 3 palcos. Palco Maximus, Palco Rockatansky e Palco Thunder Dome, além de diversas atrações espalhadas ao longo do Autódromo.

Nos que diz respeito as bandas, todas fizeram grandes apresentações. Sem dúvida a banda mais pesada desta edição foi o Slayer, com um setlist recheado de clássicos, a banda fez uma ótima apresentação. Era possível sentir uma leve desconfiança no ar quando eles tocaram musicas mais recentes, mas o público aproveitou do inicio ao fim.

Algumas reclamações aconteceram, pois o Slayer subiu ao Palco Maximus no mesmo horário que o Rise Against subia no Palco Thunder Dome. Então algumas pessoas tiveram que decidir por uma das bandas. Mas nada que impedisse a diversão de todos.

Bandas nacionais também tiveram seu momento no Maximus. O Oitão subiu no Palco Rockatansky, Nem Liminha Ouviu e Dead Fish se apresentaram no Thunder Dome.

O Oitão foi muito bem recebido no Rockatansky, com direito até a moshpit. Sem dúvida uma ótima surpresa para todos.

Ghost, seguido de Rob Zombie também fizeram ótimas apresentações. As duas bandas foram vizinhas de palco, o que facilitou muito a vida dos fãs das duas bandas.

Five Finger Death Punch conseguiu agradar os fãs mais antigos da banda, tocando suas músicas principais. Mesmo quem não conhecia a banda e estava um pouco desconfiado, aproveito o peso dos caras e curtiu o show até o fim.

Já com os caras do Prophets of Rage, é possível ficar com aquele pensamento de banda cover, mas eles fizeram um show muito bom! Conseguiram levantar o público do início ao fim. Eles terminaram a apresentação com Killing In The Name. Já nos primeiros acordes da música era possível ver uma onde de pessoas tentando chegar mais próximos do palco. Sem dúvida um clássico para eles.

No final do dia, sobe ao palco o Linkin Park. O número de pessoas é incrível e o lugar começa a ficar realmente apertado.

Quando a banda subiu ao palco o público que veio para vê-los foi à loucura.

A banda fez uma apresentação baseada em praticamente todas as suas fases. O que fez com que o show foi bem balanceado, com algumas músicas mais mornas, porém seguidas de clássicos.

Para os fãs, foi sem dúvida uma ótima apresentação.

A versão do Maximus Festival de 2017 pode ser considera sim um sucesso. Seja com relação ao line-up, como a produção e o público. Quase dobrou o número de pessoas nesta edição.

Sem dúvida um sucesso que poderá e esperamos que se perpetue!

Se você não conseguiu ir nesta edição, considere ir à próxima pois é uma ótima experiência!

Comentários

Você pode gostar...