O guitarrista do Dream Theater, John Petrucci, confirmou ao Sonic Perspectives que a banda entrará em estúdio neste outono para começar a trabalhar no álbum seguinte “Distance Over Time” do ano passado. Questionado se ele e seus colegas de banda vão para o estúdio com ideias já mapeadas ou se tentam inventar coisas na hora, Petrucci disse: “Com o Dream Theater, o que gostamos de fazer na maioria das vezes é ter um tipo coletivo de escrever – estamos todos na mesma sala. E mesmo se os caras trouxerem ideias, é mais como se tocássemos a ideia e todos se juntassem e trocássemos entre si, e é assim que as músicas são escritas. Portanto, é sempre bom ter algumas dessas sementes – alguns lugares para ir. Quer você as use ou não – você não precisa usá-las – mas elas são bons pontos de partida. Então, sim, sempre entraremos E o que geralmente fazemos, o que também é muito útil, é discutir, antes dessas sessões, o tipo de disco que queremos fazer, o que eu acho muito importante.

“Temos uma longa carreira e um grande catálogo, e tentamos ver cada álbum como mais um capítulo da nossa história”, explicou. “Então, quando nos aproximamos de um novo álbum, tentamos fazer algo que seja único e que possa apenas tornar as coisas mais interessantes. Por que as pessoas querem continuar ouvindo Dream Theater ou querem obter o novo álbum se não há nada novo, diferente ou empolgante sobre isso?

“Então, vamos discutir isso de antemão para que todos possam estar no mesmo comprimento de onda [quando se trata] do que [estamos] tentando fazer aqui. Ao invés de apenas entrar, tipo, ‘Tudo bem. O que você quer fazer?’ ‘Eu não sei. O que você quer fazer?’ “

“Distance Over Time” marcou o primeiro álbum do Dream Theater para o selo progressivo da Sony Music InsideOut Music. O grupo passou os últimos 25 anos gravando sob várias gravadoras do sistema Warner Music Group, mais recentemente a Roadrunner Records, que lançou cinco álbuns da banda entre 2007 e 2016.

Petrucci lançou seu segundo álbum solo instrumental, “Terminal Velocity”, em todas as plataformas digitais e de streaming em 28 de agosto e o disponibilizará em CD e vinil em 30 de outubro através da The Orchard Music em sua gravadora Sound Mind Music.

“Terminal Velocity” foi escrita e produzida por Petrucci, gravada por James “Jimmy T” Meslin e mixada e masterizada por Andy Sneap (Judas Priest, KillsWitch Engage, Arch Enemy). A arte foi criada por Sean M. Smith na Echo Designlab ( Hollywood Undead, It This Moment ).

O álbum vê o retorno do baixista Dave LaRue (Dixie Dregs, Flying Colors), que tocou no álbum solo de estreia de John e subsequentes turnês do G3, bem como uma ansiosamente aguardada reunião com o ex-baterista do Dream Theater, Mike Portnoy (Transatlantic, The Winery Dogs, Sons of Apollo).

https://youtu.be/yaGSbh0wuGY

Fernando Custódio Moreira

Só mais um ser humano que adora Heavy Metal. Stay Metal Heavy Metal Forever.

Deixe um comentário