É verdade pessoal, é chegada a hora de vermos em ação uma das bandas mais influentes no “Melodic Death Metal”, ou como foi conhecido a um bom tempo atrás, “Gothemburg Sound”, o Soilwork confirma sua primeira turnê pela América Latina nesse ano, tendo em seu caminho países como México, Colômbia, Peru, Chile, Uruguai, Argentina e BRASIL!! Sim, estamos dentro dos planejamentos da banda senhores.

O Soilwork está para passar por São Paulo, no dia 10/09, no Clash Club e pelo Rio de Janeiro no dia 11/09, infelizmente ainda sem local definido(no cartaz está constando o Teatro Odisséia, mas a apresentação da banda não ocorrerá lá).

O Soilwork começou sua carreira em 1995, quando Björn “Speed” Strid e Peter Wichers se juntaram em Helsingborg e de lá, começaram a trabalhar em composições, ainda usando o nome ‘Inferior Breed’, mudando para o conhecido nome em 1996. De lá pra cá, diversos lançamentos de sucesso, saídas e diversas mudanças de formação assolaram o Soilwork, o próprio Peter Wichers saiu, retornou a banda e saiu de novo, em junho de 2012, por conta de “diferenças criativas”, mesmo assim, “Speed” continuou a carreira da banda, mantendo sempre acesa a chama do Soilwork.

No Brasil, o primeiro disco da banda a ser lançado foi o maravilhoso Natural Born Chaos, mudando completamente como se via esse tipo de som, pois as mesclas maravilhosas de vocal gutural e limpo de “Speed”, as composições e andamentos de Wichers, até mesmo o trabalho gráfico, priorizando uma capa branca, foram, naquele tempo, uma “revolução” no que vinha se fazendo em maioria no Metal Nacional, influenciando diretamente novas bandas no cenário nacional.

Esperamos que, nessa primeira passagem por território nacional, o Soilwork consiga mostrar, tanto para os fãs antigos, como para, possivelmente, novos seguidores, toda a força e maestria que o som deles possui.

Soilwork na América Latina

Augusto Hunter

TI, Headbanger e Redator desse estimado Portal.