Por: (Arte Metal)

Como o próprio WOLF HOFFMANN disse em entrevista a este mesmo veículo (leia aqui aqui), o Accept pouco mudou na sua forma de compor e executar suas composições. “The Rise of Chaos”, ‘quarto’ álbum desde que a banda ressurgiu com MIKE TORNILLO prova isso, pois traz a banda exatamente como ela deve ser.

Claro que o novo disco, décimo quinto no geral da banda, traz suas particularidades, mas tudo aquilo que é típico do ACCEPT aqui se encontra. Guitarras em evidência, com bases sólidas e solos com influências de música clássica, cozinha intensa e refrãos pegajosos dão a tônica.

O diferencial de “The Rise of Chaos” fica por conta de ser o álbum mais direto com Tornillo, o que é percebido principalmente por quem tem acompanhado a finco a carreira da banda neste ‘retorno’. Outro ponto forte é as próprias linhas vocais do cantor que, mesmo no auge dos seus 63 anos, só melhora frente à banda.

É claro que a produção de ANDY SNEAP (CARCASS, TESTAMENT) – que encontrou o ACCEPT na hora certa – dá aquele ‘up’ necessário, com uma sonoridade e timbres equilibrados, que aliás traz o Metal tradicional dos alemães para os tempos atuais com a roupagem ideal.

Die by the Sword, The Rise of Chaos, No Regret e What’s Done Is Done são os destaques iniciais do disco, mas ouvi-lo inteiro é tarefa muito fácil, já que o trabalho é de fácil assimilação e representa uma das bandas mais bem sucedidas do Metal mundial. Accept rules!

Accept - The Rise of Chaos

Nota: 8,5

Tracklist:

  1. Die by the Sword
  2. Hole in the Head
  3. The Rise of Chaos
  4. Koolaid
  5. No Regrets
  6. Analog Man
  7. What’s Done Is Done
  8. Worlds Colliding
  9. Carry the Weight
  10. Race to Extinction

Links sobre a banda:

Site

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.