Por: (Arte Metal)

O vocalista Daniel Vargas assim que deixou a banda Horyzon (em janeiro de 2016) começou a trabalhar em seu novo projeto e dele surgiu a banda Adellaide que não foge muito da proposta original de sua ex-banda, mas obviamente tem suas ideias individuais mais enfatizadas.

Com o intuito de fazer um AOR com influências de nomes tradicionais do estilo como Journey e Survivor, além de trazer o gênero para uma roupagem mais atual, a banda consegue destilar três composições consistentes, bem estruturadas e que trazem todos os elementos necessários ao estilo.

Enquanto a guitarra de Ale Nammur destila riffs suaves, com timbres bem escolhidos, a cozinha de Claudio Nammur (bateria) e Alek Ribet (baixo) faz um trabalho preciso, ditando o ritmo das músicas. Tudo com linhas essenciais e criativas do teclado de Leandro Freitas, enquanto Daniel Vargas impõe seu ótimo vocal com uma interpretação emotiva e se mostrando um dos melhores do estilo no país.

As três músicas mostram-se de ótimo nível, sendo que Heroes, a segunda faixa conta com participação de Joey Polycarpo (também responsável pela capa do trabalho) e Rodrigo Marenna (Marenna), mostrando uma versatilidade interessante e solos muito bem executados pro Claudio. Mas o destaque é a ótima Edge of Feelings e sua melodia contagiante, além de guitarras e teclados muito bem encaixados.

A produção é de Tito Falaschi (ex-Symbols), que também faz todos os ‘backings’ no EP, eleva a qualidade de Adellaide trazendo um som cristalino ao trabalho, o que é essencial para o estilo proposto. Sem dúvidas, um novo projeto, com uma proposta bacana e bem feita.

13528322_1090795940991518_5777122118916733701_o

Nota: 8,5

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.