Por: (Arte Metal)

Àqueles que julgam o Power Metal um estilo saturado, o ARRAYAN PATH é uma boa réplica. Afinal de contas, a banda cipriota radicada nos Estados Unidos, consegue em sua essência focar no estilo, não inventar nada e soar muito, mas muito bem aos ouvidos.

“Dawn of Aquarius” é o sexto disco da banda, e traz praticamente tudo que o estilo pede e um ar épico que surpreende pelo fato de a banda se utilizar do básico: guitarra, baixo e bateria. O teclado é um auxiliar importante, mas a banda prima por peso e melodia, além de utilizar a técnica de uma forma coletiva e que agrega.

Com um timbre na linha de Fabio Lione (ex-RHAPSODY, ANGRA), o vocalista Nicholas Leptos mostra uma interpretação correta, equilibrada e extremamente técnica, enriquecendo ainda mais as composições, que ainda conta com uma produção que beira à perfeição e soa entre o moderno e o natural.

Não há dúvidas que “Dawn of Aquarius” prova que o ARRAYAN PATH é uma das bandas mais legais do Power Metal atual e, vale mencionar, que a faixa de abertura Equilibrium é uma das mais intensas do estilo nos últimos tempos. Porém, trata-se de um disco que merece ser ouvido de fora a fora.

Arrayan Path - Dawn of Aquarius

Nota: 9,0

Tracklist:

  1. Equilibrium
  2. The Flower Born of Itself
  3. Dark Daughter of the Snake
  4. The Hundred Names of Kali Ma
  5. So It Shall Be Written
  6. She Who Is Primordial Wisdom
  7. Dawn of Aquarius
  8. Cremation Grounds
  9. Empress (Reality of All the Threes)
  10. Lotus Eyes
  11. The Eleventh Mantra
  12. Guardian Angel
  13. Garland of Skulls

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.