Por: (Arte Metal)

Ouvindo bandas como o Atrocious Abnormality é que se comprova a força que os Estados Unidos possuem dentro do Death Metal. Mesmo não sendo o melhor centro para o Metal underground, no país praticamente foi consolidado o estilo e até hoje lançam nomes que no mínimo seguem a cartilha à risca.

Da Carolina do Norte vem o Atrocious Abnormality que chega ao seu segundo trabalho, este Formed in Disgust, após nove anos em silêncio. A banda, que aposta em um Brutal Death Metal com temáticas gore, mostra uma evolução natural e leve lapidada em sua sonoridade.

Com uma produção de qualidade superior (sem ser motivada pelo tempo que separou os dois álbuns), o novo disco mostra um grupo mais versátil e criativo, além de técnico. Por primar pela velocidade por quase o tempo todo, o Atrocious Abnormality consegue ser objetivo e demonstrar essa versatilidade em pouco tempo, sendo tais fatores algo que caracteriza a banda.

São nove faixas distribuídas em trinta minutos de um Death Metal brutal, sem tempo para quebradeiras e nem andamentos cadenciados, recheado de ‘blast beats’. Caso ousasse mais, a banda poderia soar cansativa demais, isto é, foram coerentes e acertaram em cheio. Grande trabalho.

Atrocious_Abnormality_-_Formed_in_Disgust

Nota: 8,0

Tracklist:

01. Failed Apocalypse
02. Exterminate the Apostles
03. Storm of Ash
04. Erotic Tales of Disembowelment
05. Formed in Disgust
06. Bound for Damnation
07. The Inevitable Undoing
08. Echoes of the Rotting
09. Incestry

Links sobre a banda:

Facebook / Reverbnation

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.