Por: (Arte Metal)

O CHAOS SYNOPSIS em quatro anos chega ao seu quarto lançamento, mostrando ser prolífica, mas o mais importante de tudo: a banda continua criativa, com a energia e características de sempre.

Sem dúvidas, “Gods of Chaos” é um dos discos mais desafiadores da banda até então, até porque os dois trabalhos completos que o antecedem (esse é o quarto full-lenght do grupo) são magistrais e surgiram durante o auge criativo do quarteto de São José dos Campos/SP.

O disco traz uma temática conceitual sobre deuses do caos, guerras e destruição, trazendo um estudo de velhas mitologias de épocas onde o homem criava deuses para explicar o desconhecido (não muito diferente de hoje, não?). A sonoridade imposta cai como uma luva para a temática.

O Thrash/Death Metal do grupo está conciso, sendo que a pegada do primeiro voltou mais à tona, principalmente no trabalho das guitarras. A variação rítmica e a melodia também soam enfáticas aqui, mas tudo equilibrado e que não tira o peso e agressividades tão comuns na música do CHAOS SYNOPSIS.

A banda está totalmente coesa, inclusive o estreante Diego Sactus, mas o destaque está mesmo para a precisão e pegada da bateria de Friggi Mad Beats, que aliás produziu o trabalho e conseguiu também uma sonoridade de muito bom gosto. Destaque para as faixas “Storm of Chaos, Black God (que conta com participações de Wojtek do Putrid Evil e Uappa Terror do Terrordome), “Serpent In Flames, The Beast That Sieges Heaven e “God of Chaos“. Menção mais que honrosa para o cover de “Cocaine do ANDRALLS. Mais um acerto dos causadores do caos!

Chaos Synopsis

Nota: 8,5

 

Tracklist:

  1. Raising Hell
  2. Storm of Chaos
  3. Black God
  4. Serpent in Flames
  5. Opposer of Gods
  6. The Beast That Sieges Heaven
  7. Sixteen Scourges
  8. Badlands Terror
  9. Gods of Chaos

Link sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.