Por: (Arte Metal)

Mais uma ‘one-man-band’, neste caso a italiana Chiral, que é comandada pelo músico que leva em seu pseudônimo o nome homônimo do projeto. Formado em 2013 e estabilizado no ano seguinte, o projeto já chega a seu segundo full-lenght e nono trabalho, se contarmos diversos formatos.

A proposta inicial de Chiral é o Black e o Doom Metal, que no decorrer das composições transitam também por estilos como Dark Metal, Post Black Metal e Ambient Music. Essa mescla não é nova, mas sempre que bem feita dá certo e resulta em belas composições.

O resultado é uma música gélida e melancólica, que consegue contrastar bem agressividade com passagens viajantes. Há guitarras típicas do estilo, dedilhados acústicos e teclados depressivos, o que faz com que a sonoridade aqui contida acerte em cheio as almas mais sombrias.

A produção de qualidade, mas que mantém a qualidade ríspida da proposta, é outro ponto alto e o resultado final agrada e muito. Destaque para músicas como Part I (The Gazer) e Part III (The Crown), as duas megalômanas, mas que traduzem bem o disco. Uma boa pedida aos dias chuvosos.

Chiral - Gazing Light Eternity

Nota: 8,5

Tracklist:

  1. Part I (The Gazer)
  2. Part II (The Haze)
  3. Part III (The Crown)
  4. Part IV (The Hourglass)

Link sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.