Por: (Arte Metal)

Em 2016 os holandeses do Cirith Gorgor completam 20 anos de existência sob essa alcunha, já que iniciaram a carreira com o nome de Dark Sorceres em 1993 adotando o atual no já longínquo ano de 1996. E, não exatamente pra celebrar esses 20 (3) anos, a banda lança seu sexto álbum de estúdio, este Visions of Exalted Lucifer.

Ao mesmo tempo em que não deve nada para os grandes nomes do Black Metal atual, a banda chega a seu novo trabalho a algo comum. Não, não se trata de algo ruim e/ou pejorativo, de forma alguma. O fato é que, enquanto o quinteto investia em um Black Metal mais enraizado, porém ‘cult’ e bem particular, hoje atingem uma fórmula já bastante explorada.

Fato é que há qualidade, mas é impossível não nos remetermos a nomes como Immortal, Enthroned e até Behemoth. Riffs caóticos típicos do estilo, levadas velozes e berros insanos se aliam a uma execução coesa e de técnica apurada. O bom é que a banda consegue incluir passagens mais cadenciadas (bem breves e esporádicas) e ainda dar um clima mais particular às composições.

A produção também é primorosa e supera os outros lançamentos, seguindo a média dos lançamentos atuais do estilo. Destaque para as faixas Salvator, Wille zur Macht e Into the Nameless Void, mas há um bom equilíbrio entre as sete composições do disco. Muito bom, mas pouco inovador.

a0412838497_10

Nota: 8,5

Tracklist:

01. Salvator
02. A Vision of Exalted Lucifer
03. Of Black Dimensions…
04. …and Demonic Wisdom
05. Wille zur Macht
06. Rite of Purification – Vanished from This World
07. Into the Nameless Void

Links sobre a banda:

Site / Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.