Por: (Arte Metal)

Onze anos após o debut, “Terror Machine” (2007), o CRYSTAL LAKE solta seu segundo álbum e, mesmo ficando inativo por um período (a banda não chegou a terminar), mostram que não pararam no tempo. Vale destacar que na discografia do grupo, há a demo “Born to the Underground” de 2003.

Estabilizados com Haroldo Habermann (vocal), Heraldo Habermann (bateria), Guilherme Brito (baixo) e Murilo Januario (guitarra), o Thrash Metal agressivo característico do CRYSTAL LAKE é despejado com força em “Death Row”, atendendo às expectativas.

As influências de SEPULTURA e SACRED REICH são nítidas, mas a sonoridade soa natural, sem ser forçada. Bases fortes de guitarras dão à tônica sendo auxiliadas por um baixo consistente, que realmente ajuda a aparar frestas na falta de mais seis cordas. A bateria dita o ritmo intenso, porém versátil, com quebradas e ‘grooves’ necessários. Tudo com vocais semi-guturais bem encaixados despejando letras que abordam o caos em todas as suas formas.

São dez composições distribuídas em pouco mais de 37 minutos, mostrando certa intensidade que faz parecer que um trator passou por cima do ouvinte. Destaque para faixas como In Your Eyes, Devil Or God, I Am Terror, Psycho e Death Row Maniac. Vida longa ao CRYSTAL LAKE.

Crystal Lake - Death Row

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. In Your Eyes
  2. Devil or God
  3. Driven
  4. I Am Terror
  5. Another Hunt
  6. Psycho
  7. Death Row Maniac
  8. Blood Covered
  9. Fallen
  10. Run Away

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.