Por: (Arte Metal)

Quando os incomparáveis guitarristas Hank Shermann e Michael Denner (ambos do Mercyful Fate) anunciaram essa parceria, os fãs da banda dinamarquesa e até mesmo de King Diamond ficaram eufóricos. O anuncio de Snowy Shaw (bateria) enfatizou a euforia, afinal ali estaria 70% do Mercyful Fate.

Completados pelos não menos competentes Sean Peck (vocal, Cage) e pelo baixista Marc Grabowski (ex-Corruption), a banda soltou o EP Satan’s Tomb (2015) que mostrava a pegada inconfundível da dupla nas seis cordas, além de algumas particularidades a mais.

Masters of Evil segue a linha do EP, mas com estas mencionadas particularidades a mais, o que mostra que o grupo se preocupou em soar como Denner/Shermann e não como suas ex-bandas. Sim, há referências de Mercyful Fate, afinal os caras se tornaram o que são na banda, mas ao mesmo tempo em que Peck trouxe suas influências, a banda não tentou fugir e também não tentou ser igual às lendas da Escandinávia.

Fato é que temos um ótimo disco de Heavy Metal, que traz um trabalho equilibrado nas guitarras, com bases bem desenvolvidas e solos que soa como a identidade de Denner e Shermann, isto é, inconfundíveis. A roupagem, no entanto, não soa enraizada e ganha um tom moderno, fazendo com que a música aqui não soe datada.

Peck é um ótimo vocalista com seu timbre versátil e só peca em não utilizar mais esse recurso, já que pode variar ainda mais e não ficar tentando subir sempre os agudos. A cozinha é a grande surpresa, não com Shaw que é um ótimo baterista e prova o ‘por quê’ disso, mas com o baixista Grabowski que cria linhas independentes e que se destacam e meio a massa sonora.

Masters of Evil é um disco que mantém a qualidade acima da média durante toda a sua audição, mas soa como algo que poderia ser ainda melhor (pelos músicos envolvidos a exigência sempre aumenta). Longe de ser ruim, mas a cada audição fica aquele gosto de quero mais e sabemos que pode ter mais. De qualquer forma sacia a saudade de ouvir essas ótimas guitarras e é um grande disco de Heavy Metal

Denner / Shermann - Masters of Evil

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Angel’s Blood
  2. Son of Satan
  3. The Wolf Feeds at Night
  4. Pentagram and the Cross
  5. Masters of Evil
  6. Servants of Dagon
  7. Escape from Hell
  8. The Baroness

Links sobre a banda:

Site / Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.