Por: (Arte Metal)

Impressiona como as bandas brasileiras de Black Metal conseguem adotar arranjos sintéticos, nuances épicas e indumentárias visuais ‘únicas’, sem soarem pomposas ou sutis nestes quesitos. Uma das provas disso é esta banda baiana, oriunda da capital, o ETERNAL SACRIFICE.

O quinteto soteropolitano chega ao seu terceiro full-lenght esbanjando talento e conhecimento de causa no estilo, mostrando um trabalho digno e que tem muito a acrescentar no cenário mundial do Black Metal. Mesmo com elementos comuns no subgênero, a banda consegue soar original e com características próprias.

E meio a riffs bem elaborados de guitarras, com certa dose de melodia, a banda consegue variar nos andamentos com uma seção rítmica precisa e versátil. Tudo com linhas de teclados maléficas, que condizem com a sonoridade e não se sobrepõem ao peso e agressividade das músicas.

Tudo isso tendo à frente vocais típicos do estilo, que ainda variam para timbres mais guturais e limpos nos momentos mais épicos. Falando em épico, o ETERNAL SACRIFICE não se preocupa em soar longo em vários sentidos, afinal, desde a duração das composições, que não são cansativas devido a dinâmica e variação no andamento, passando pelo nome das músicas e de seus integrantes, não poupam em tamanho.

No mais, em “Ad Tertivm Librvm Nigrvm”, o ETERNAL SACRIFICE consegue agradar com um álbum que soa mais interessante a cada audição. Tudo com uma produção de qualidade e um equilibrado repertório que dificulta a menção de destaques. Muito agregador!

Eternal Sacrifice - Ad Tertivm Librvm Nigrvm

Nota: 8,5

Tracklist:

  1. Introiro
  2. The Three Mashu’s Seals- The Conquest of the Ganzir and Arzir Gates (Hazred Area)
  3. The Vision of the Light of the Sculptures in the Monument of Mashu (The Black Book of Signs and Evil Spells)
  4. The Amulet, the Fire and the Seals of Wisdom in the Course of a Triple Life
  5. The Revelations of the First Sigil, Lucifer, After a Saga of Delusions and Battles
  6. When Angel of Light in Ur, in Invoking the Second Sign Agga
  7. Nasha, Restitution of Double the Light (Luce) and Harmony (Fer) – Pagan’s Calls
  8. Interludium
  9. The Emptiness, the Guard of the Sortileges and the Time in which the Dust Takes the Rites
  10. Prologum

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.