Por: (Arte Metal)

Apesar de este ser o primeiro disco dos alemães do Evil Spirit e ter sido lançado já no distante ano de 2014, Cauldron Messiah ganha a atenção e divulgação do grupo até os dias de hoje, afinal foi lançado e relançado em diversos formatos, incluindo aí em vinil. O trio de Berlim surgiu em 2010 e lançou apenas duas demos antes deste álbum.

Falando do que interessa, que é a sonoridade da banda, temos aqui algo que pode não ser tão original, mas que com certeza é raro. A banda mescla elementos do Doom Metal com do Death/Gore de uma forma bem rústica e, melhor ainda, sem se prender aos clichês do estilo.

Temos aqui uma produção orgânica que se une a timbres sujos e peso enfatizado pela cadência que aparece na maior parte do tempo, porém com uma sonoridade límpida. Há mudanças de andamentos e momentos em que a música aqui imposta se torna agressiva e dinâmica, mas essa é a menor parte do bolo.

A banda é versátil e os vocais de Marcelo Aguirre (que também é responsável pelas baquetas) também, porém odiosos tanto no gutural quanto no mais limpo. O clima aqui fica entre a escuridão, a podridão e a maleficência, nada de melancolia, portanto. Já as temáticas mantêm a destreza da banda que investe em temas inspirados na divina comédia, religiões e gore. É ou não é uma banda rara?

Evil Spirit - Cauldron Messiah

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Intro (Him the Almighty Power)
  2. Grey Ashes of the Reptile
  3. Eve of the Beholder
  4. Let the Dragon Be My Guide
  5. Reino sangrento
  6. Push Angie Back into the Swamp
  7. Cauldron Messiah

Links sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.