Por: (Arte Metal)

A técnica dentro do Death Metal ultrapassou limites, com bandas exaltando ‘masturbações’ instrumentais, velocidade e precisão, tudo isso priorizado mais que a própria música. Tais fatos, principalmente pra quem é fã de música e não músico, se tornou ‘sacal’ e a procura por nomes que representam o estilo de verdade virou obsessão.

Para quem corre atrás de grupos que investem realmente no Death Metal, o GUTTED SOULS é mais que um achado. É uma realidade! Em seu primeiro trabalho completo, este “The Illusion of Freedom”, a banda mostra que é possível ser extremamente técnica e priorizar a música, nos brindando com algo excepcional!

O Death Metal apresentado pelo quinteto carioca, viaja praticamente por todas as facetas do estilo, trazendo elementos que vão desde o ‘old school’, passando por leves melodias que encontraríamos nos anos 90 e a brutalidade do estilo que se consolidou nos anos 2000. Tudo sem se perder.

Tudo isso feito com objetividade, sabendo explorar cada instrumento da melhor forma, sem burocracias e exibicionismo exacerbado. Destacar algo no tracklist seria muito injusto, mas além de um instrumental soberbo e uma produção de ponta, a banda traz um dos melhores vocalistas do estilo no Brasil. Preste atenção no ‘cantor’ Iron e corra atrás deste trabalho.

Gutted Souls - The Illusion of Freedom

Nota: 9,0

Tracklist:

  1. Being Human
  2. The Authoritarian Follower
  3. Mondo Psycho
  4. The Undying Stars
  5. Snakes in Suits
  6. Psychopathic Ruler
  7. Addicted to Power
  8. Unconscious Automaton (Curse of Wetiko)
  9. Dancing to the Sound… Of the Powers that Be

Link sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.