Por: (Arte Metal)

O HEAVIEST chega ao seu segundo disco ostentando uma boa estreia com “Nowhere”, debut lançado há três anos. Pior para o vocalista, Allax William, que teve a obrigação de substituir, nada mais nada menos, que MARIO PASTORE, um dos melhores vocalistas de Metal do país.

Mas, como desafio pouco é bobagem, o ‘novo’ cantor não se fez de rogado, e conseguiu atingir seu objetivo. Aliás, Allax traz até influências de seu antecessor, sendo mais polido e menos versátil, porém bem característico. Sente-se a segurança de seu trabalho e um equilíbrio impressionante. Comparações à parte, o cara tirou de letra.

Já a banda mostra aquela evolução natural, onde ganha um pouco mais em técnica e perde em agressividade. Porém, como o HEAVIEST é uma banda pesada por natureza, ela continua com seu Prog/Power Metal brutal, aqui mantendo a variedade rítmica e apostando em melodias bem equilibradas.

Riffs potentes intrincados, com feeling acima de tudo, linhas de baixo que acompanham a versatilidade da bateria, mostrando uma cozinha exploradora dão a tônica do disco. “The Wall of Chaos-T” tem produção do guitarrista Guto Mantesso, além da co-produção de ROY Z (BRUCE DICKINSON, HALFORD) e da própria banda.

Destaques? Like Those Ones, Thieves of Lives, Fire It Up (que assim como o álbum, tem um clipe dedicado aos refugiados de todo mundo – algo importante nos tempos atuais) e Wake Up. Lembrando que o guitarrista do STRATOVARIUS, Matias Kupiaínen participa em Can´t You See e ZAK STEVENS (CIRCLE II CIRCLE, ex-SAVATAGE) aparece em Hunted.

Heaviest - The Wall of Chaos-T

Nota: 8,5

Tracklist:

  1. Like Those Ones
  2. Thieves of Life
  3. Blood
  4. Can’t You See
  5. Fire It Up
  6. Hunted
  7. Kill the King
  8. All of This
  9. The End
  10. Wake Up
  11. E-Crime Suicide

Links sobre a banda: 

Site

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.