Por: (Arte Metal)

Título bem apropriado para um álbum do IMPERIOUS MALEVOLENCE, afinal lá se vão mais de duas décadas dedicadas ao Death Metal, estilo que a banda sempre foi fiel e presenteou o underground nacional e seus seguidores com uma dezena de trabalhos, sendo este “Decades of Death” seu quinto álbum completo de estúdio.

Estreando o baixista e vocalista Fernando H. Grommtt, o trabalho traz o som característico da banda paranaense, porém revigorado e com uma gana incrível, algo sempre bem-vindo para um grupo que está há 23 anos na ativa. Por isso o trabalho emana brutalidade e energia.

É interessante como a banda consegue ficar entre o Death Metal tradicional e o Brutal Death Metal de uma forma natural, mostrando uma carga generosa de riffs típicos aliados a uma dinâmica intensa, esta última característica da roupagem atual do Metal da morte.

Bases sólidas a cargo do guitarrista Danmented (AXECUTER), objetividade e uma bateria que explora bem suas linhas, mérito do fundador Antônio Death, dão à tônica do trabalho, tendo à frente os urros de Fernando que exclamam letras que abordam desde o oculto, passando pelo caos e satanismo, mesclando a língua inglesa (a maior parte) e a língua pátria, que soa muito bem, por sinal.

Destaque para a ótima e equilibrada produção sonora a cargo de Alysson Irala e da própria banda, e para músicas como Perpetuação da Ignorância, Ascending Holocaust (que riffs!), Ominous Ritual e Arquiteto da Destruição. Uma aula de como se fazer Death Metal.

Imperious Malevolence - Decades of Death

Nota: 8,5

Tracklist:

  1. Perpetuação da Ignorância
  2. Ascending Holocaust
  3. Ominous Ritual
  4. The Hellfires Cruelty
  5. Nocturnal Confessor
  6. Where Demons Dwell
  7. Imperious Malevolence
  8. No Return
  9. Excruciate
  10. Arquiteto da Destruição

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.