Por: (Arte Metal)

Particularmente este redator que vos escreve tem prazer de resenhar trabalhos de bandas sul-americanas, não por xenofobia, talvez um tiquinho de bairrismo natural, mas mais orgulho de suas origens, por que não? Mas é claro, se não for de qualidade não adianta nada.

Este é o primeiro trabalho destes venezuelanos e a proposta da banda se diferencia do que é mais comum aqui na América Latina, isto é, o Metal extremo. O trio de Caracas aposta em um Stoner/Doom Metal que possui todos os clichês possíveis e ainda flerta com o Sludge sem se fazer de rogado.

Guitarras ultra-distorcidas com timbres sujos, baixo distorcido, bateria cadenciada com viradas potentes e produção empoeirada dão a tônica do trabalho. Vocais roucos destilam letras cantadas em espanhol que caíram muito bem pro estilo, dando certo tom agressivo às composições.

O clima é denso, mesmo com a cadência das composições que possuem solos psicodélicos muito bem encaixados. Destaque para as faixas Candelada, Universo Adverso e Una nueva maldad, esta última que fecha o trabalho com chave douro. Muito bom!

Obscura Insania - Sodoma

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. I
  2. Candelada
  3. Testigos de la miseria
  4. Celeste
  5. Mandragora
  6. Fragmentos de la nada
  7. Universo adverso
  8. Una nueva maldad

Links sobre a banda:

Facebook / Bandcamp

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.