Por: (Arte Metal)

E a máquina de colher Grindcore está de volta, chegando a impressionante marca de quatro álbuns completos em quatro anos. São mais de cem composições dedicadas ao estilo mais inescrupuloso da música pesada, trazendo em suas temáticas a vida do trabalhador do campo e tudo o que o envolve.

Com isso, OS CAPIAL se tornaram praticamente uma instituição do Grindcore nacional, talvez um dos grupos mais ‘pop’ do estilo e que, inclusive, superou muitos obstáculos, além de resistências. Mas, não é só de Grindcore que a dupla Dito (vocal/guitarra) e Bento (bateria) vivem.

Isso fica ainda mais evidente neste novo trabalho, afinal temos muitas referências de Death Metal, o que não é novidade na música da banda, mas que chega aqui em algumas levadas, riffs e até mesmo estrutura das músicas. Sendo direto, ouça Copada e Coxo e tire suas próprias conclusões. A banda também volta com uma pegada mais simples.

Mas vamos aos diferenciais de “Chichá – Sterculea Foetida”, porque na essência ele mantém a sonoridade tradicional d’OS CAPIAL. No novo disco se percebe uma nitidez maior das composições, o que não pode ser considerado ‘límpido’, pois há sujeira, mas soa um pouco mais bem lapidado.

O trabalho mostra uma leve tirada de pé, que não influencia em nada a qualidade das composições, pois ganhou em peso e brutalidade. Dito parece estar cantando de forma mais gutural e menos variada. São vinte novas composições onde os destaques ficam por conta de Antiserra (talvez outro hit), Boia Fria (que conta com participação de Artur Rinaldi da THE ASSAULT e Fernando Moura da TOXIC DEATH, e mais um hit) e Mulher Rural, um Goregrind/Noise com participação de Mars Martins (ON CRASH).

O disco ainda conta com participação de Miguel Arruda (BLIXTEN), João Leopoldo (ex-TOXIC DEATH), Jorge Moura e traz uma produção estranha inicialmente pelo seu timbre estridente, mas que a cada audição vai se tornando mais legal e compreensível. Ouça ainda Capial Fest, Chichá, Estiva e Troncho. Mas vamos mandar uma menção honrosa para essa capa maravilhosa, a cargo de Eder do Santos, que traz nos traços e cores, a melhor da banda até então.

Os Capial - Chichá - Sterculea Foetida

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Abiscoitar
  2. Alfafa
  3. Antisserra
  4. Arroba
  5. Bardeá
  6. Boia Fria
  7. Capial Fest
  8. Cargueiro
  9. Chichá
  10. Copada
  11. Coxo
  12. Estiva
  13. Genipapo
  14. Lavagem
  15. Melaco
  16. Mulher Rural
  17. Pichilinga
  18. Radicula
  19. Repicagem
  20. Troncho

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.