Por: (Arte Metal)

Sem dúvidas a melhor notícia para o Death Metal nacional em 2015 foi o retorno dos gaúchos da Rebaelliun. Afinal, a banda em quatro anos (de 1998 a 2002) conseguiu se consolidar como uma das principais do estilo por aqui e alcançando reconhecimento digno internacionalmente.

Enfim, o primeiro filho após o retorno já está pronto. O fato de retornar com sua formação clássica, tendo Lohy Fabiano (vocal/baixo), Ronaldo Lima (guitarra), Fabiano Penna (guitarra) e Sandro Moreira (bateria), mostra que a banda preservou suas raízes naturalmente, mas trouxe sua música para os tempos atuais com a roupagem que lhe é cabível.

The Hell’s Decrees é um autêntico disco de Death Metal, sendo que a banda deixou um pouco de lado aquela estética mais técnica/brutal e deu mais ‘feeling’, além de soar mais visceral, mesmo contando com uma ótima produção que atende as demandas atuais e não soa plastificada.

Claro que é nítida a evolução no quesito experiência, já que temos um grupo ainda mais coeso. Apostando em riffs pesados e mais bem elaborados, o quarteto mostra algo mais variado, com alternâncias de andamento ditadas pela cozinha precisa e cheia de pegada. Tudo mantendo a agressividade que lhe é peculiar.

Outra das principais características da banda, os refrãos, estão presentes e mais fortes do que nunca. Por sinal, Lohy Fabiano possui um gutural potente e o encaixa quase que com perfeição, mostrando boa dicção e compreensão dos temas que continuam batendo de frente com a religião, guerras e o caos da humanidade.

O fator mais difícil é destacar uma faixa ou outra, pois além de objetivas, as músicas causam um impacto diferente a cada audição. Legion é a primeira que chama atenção na primeira ouvida, sendo que The Path Of The Wolf esbanja habilidade e mostra boa variação. Dawn Of Mayhem possui um forte refrão e Rebaelliun mostra a banda apostando mais no peso do que na velocidade. Enfim, The Hell’s Decrees soa como Rebaelliun sendo Rebaelliun, porém nos dias atuais.

638063237

Nota: 9,0

Tracklist:

01. Affronting the Gods
02. Legion
03. The Path of the Wolf
04. Fire and Brimstone
05. Dawn of Mayhem
06. Rebaelliun
07. Crush the Cross
08. Anarchy (The Hell’s Decrees Manifesto)

Links sobre a banda:

Site / Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.