Por: Vitor Franceschini (Arte Metal)

Há fatores que podem ser broxantes em bandas, ainda mais quando elas possuem qualidade muito acima da média. E, no caso deste primeiro trabalho do Several Eyes, comecemos por eles. A escassez de informação sobre a banda é um deles (mesmo com o advento da internet) e a produção do disco, que tirou boa parte do brilho do quarteto de Curitiba/PR é outro.

Não que seja uma produção horrível, mas o resultado poderia ser melhor, sendo que a banda tomou conta de tudo no estúdio Sonic Boom. Não tem como não mencionar isso, afinal, a banda é muito boa, de verdade. Transitando entre o Heavy Metal tradicional, passando pelo Power Metal e colocando um pé no Thrash, o grupo destila composições bem estruturadas, com melodias na medida certa e refrãos muito fortes.

As músicas que compõem o trabalho, principalmente a faixa título e Ghost Rider, ficam na cabeça já na primeira audição de tão marcantes. Contando com um vocalista muito bom, com timbres agradabilíssimos, riffs e solos de qualidade e uma cozinha potente a banda é um achado e tanto.

Aí você fica pensando, que baita banda, mas porque não investiram mais e deram mais qualidade nessa produção? Há várias respostas, sendo que algumas podem ser compreensíveis. Mas, deixando bem claro, não é o fim do mundo e muito menos algo péssimo (permite uma análise tranquilamente), o fato é que o Several Eyes tem qualidade de sobras e aparando essas arestas, será melhor do que já é.

Several Eyes - Spitting Fire EP (Front)

Nota: 7,5

Tracklist:

01. Eternal Flame
02. Spitting Fire
03. Ghost Rider
04. Rising Shadow
05. Final Front

Links sobre a banda:

Site Oficial / Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.