Por: (Arte Metal)

O sexto álbum dos finlandeses do Sonata Arctica ganha versão nacional graças à parceria entre a Nuclear Blast e o selo brasileiro Shinigami Records trazendo dois bônus tracks, a versão instrumental da música Everything Fades To Gray e a faixa In The Dark.

O trabalho distanciou de vez a banda do Power Metal convencional que apresentaram até o quarto disco Reckoning Night (2004), mas consolidou de vez a banda e sua busca incessante por uma identidade própria. Nele, uma aura mais obscura e flertes com o Prog Metal se fazem presentes.

Claro que há resquícios do que foi apresentado no início da carreira da banda, o que ajudou a preservar suas características, e isso já e nítido na faixa Deathaura. A música mostra velocidade, riffs potentes e levada típica, mas já traz quebradas intensas, orquestrações intrincadas e camas de teclados consideráveis, além da participação da cantora Johanna Kurkela, que cai bem à proposta. Ela reaparece na música No Dream Can Heal a Broken Heart.

Mas o restante do disco mostra um Sonata Arctica apostando em ritmos mais cadenciados, em arranjos fortes e Tony Kakko cantando variadamente, sem exagerar muito e fugindo um pouco do tradicional. Tudo com o clima obscuro já descrito no parágrafo anterior.

Fato é que o Sonata Arctica conseguiu mudar sua sonoridade e manter sua assinatura, afinal mesmo mostrando uma pegada diferente, o ouvinte vai conseguir identificar a banda. Até porque as mudanças não chegam a serem drásticas e sim uma busca por adição de elementos.

De qualquer forma o disco traz ótimas composições como The Last Amazing Grays, Flag in The Ground e a moderna Zeroes, mas que não mostra tanto ‘punch’ nas outras músicas. Vale destacar que o disco marcou a estreia do guitarrista Elias Viljanen, que adicionou uma boa dose de peso com suas bases sólidas. Longe de ser o melhor da discografia da banda, mas também longe de ser ruim.

Sonata Arctica - The Days of Grays

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Everything Fades to Gray
  2. Deathaura
  3. The Last Amazing Grays
  4. Flag in the Ground
  5. Breathing
  6. Zeroes
  7. The Dead Skin
  8. Juliet
  9. No Dream Can Heal a Broken Heart
  10. As If the World Wasn’t Ending
  11. The Truth Is Out There
  12. Everything Fades to Gray (full version)

Links sobre a banda:

Site / Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.