Por: (Arte Metal)

Da Dinamarca vem o Spitanger, banda que lançou antes deste debut apenas um EP intitulado EP 2014. Com certeza, principalmente os colegas também redatores, esperariam algo na linha Death Metal ou Black Metal pelo fato de a banda vir de onde vem, mas o negócio aqui é outro.

Como descrito no release, o quarteto de Copenhague diz que é Groove, Metal e até Grunge. E podem se considerar assim, afinal encontramos elementos dessas três vertentes, além de outros flertes. O fato é que a música do grupo é bacana demais e ainda adota boas linhas melódicas.

As guitarras ficam entra uma linha tênue do Thrash e o Death Metal e, com afinação baixa, dão o peso necessário. A cozinha mantém uma dose nada exagerada de ‘groove’ que dá o ritmo variado e correto, mostrando o baterista Niels Alex Larsen explorando bem o kit, principalmente os pratos.

Os vocais de Mario Giovagnoli são o grande diferencial, afinal, o cara vai do gutural ao limpo muito bem, e ainda tem influências de Phill Anselmo (Down, ex-Pantera) e Corey Taylor (Slipknot) nos momentos mais ‘roucos’. Isso se destaca nas baladas que a banda destila, sim temos até baladas como Forever e  A Better Man. Os mais interessados em porrada que ouçam Tales From Reality ou Revolt!

A produção do disco passa longe da modernidade envernizada atual e, mesmo possuindo os recursos tecnológicos necessários atingiu uma aura mais orgânica, mérito do trabalho de Rasmus K. Toflund no Fast Beat Studio. O Spitanger entrou com o pé direito em seu debut que é um baita de um disco legal!

Spitanger

Nota: 8,5

Tracklist:

01. Unfaithful
02. Tales from Reality
03. Welcome to the Real World
04. Forever
05. Freedom
06. Wedding Day
07. Revolt!
08. A Better Man
09. Great Depression

Links sobre a banda:

Download / Site Oficial / Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.