Por: (Arte Metal)

Que belíssimo título deste debut dos italianos do The Ossuary, não? E o título, apesar de não se tratar de um álbum de Blues, pode cair como uma luva ao conteúdo do trabalho, já que temos uma música aqui que se encaixa no perfil clássico do Rock/Metal.

Trata-se de uma banda que sabe mesclar perfeitamente o Classic Rock, o Doom Metal e o Stoner Metal, soando fiel às raízes do estilo, porém transportando essa mescla de sons aos tempos atuais. Claro, que trazendo todas as influências possíveis, desde Sabbath, passando por Captain Beyond até Iron Maiden.

Com um clima mais oculto do que soturno, o Doom Metal tradicional do grupo impõe um ritmo até dinâmico, porém não deixa de se esconder da luz. Desde os riffs bem elaborados, com um baixo de linhas interessantes e uma bateria versátil para o estilo, a banda consegue deixar sua sonoridade bem característica e soar bacana já na primeira impressão.

Com exceção de uma das composições, Evil Churns (que tem nove minutos), as músicas são até objetivas, tendo uma média de 4m30s, algo que pode ser adaptado pelas bandas do estilo aos dias atuais, que não são tão desocupados como antigamente. O importante é que o resultado final é positivo, tanto que fica até difícil destacar uma ou outra composição.

The Ossuary - Post Mortem Blues

Nota: 8,0

Tracklist: 

  1. Black Curse
  2. Witch Fire
  3. Blood on the Hill
  4. Graves Underwater
  5. Post Mortem Blues
  6. The Crowning Stone
  7. Evil Churns
  8. The Great Beyond

Link sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.