Por: (Arte Metal)

A TORMENTA completa em 2019 vinte e um anos de estrada. Se único trabalho lançado até então foi apenas o primeiro álbum autointitulado em 2006. Isto é, foram treze anos de espera por um lançamento de inéditas.

Apesar desta pouca produtividade em estúdio, a TORMENTA nunca foi uma banda inerte. Sempre realizando shows e aparecendo no cenário com notícias de suas atividades, o quarteto ribeirão-pretano sempre foi equilibrado e talvez tenham sido minuciosos ao aguardar o momento certo de soltar seu debut.

Eis que a espera valeu e muito à pena. “Batismo da Dor” é um trabalho de ótima qualidade, desde as composições, passando pela produção da própria banda, material gráfico, letras e execução. Um equilíbrio impressionante permeia o álbum, que a cada audição revela novos detalhes.

A banda se inspira no Thrash Metal e opta por cantar em português, e impressiona a capacidade de encaixar a língua pátria no estilo, coisa que todos cientes sabem que não é tarefa fácil. Isso sem contar o instrumental coeso, com guitarras bem timbradas destilando riffs insanos, uma cozinha com um baixo vibrante e bateria com a pegada necessária.

Em meio a leves doses de melodia, a banda aposta em temas líricos inspirados em frases de grandes filósofos, poetas e escritores do mundo todo (com a citação inclusa no encarte antes de cada letra), com um bom gosto que se espalha também pela bela capa do trabalho. De bate-pronto, já é um dos melhores lançamentos de 2019.

Tormenta - Batismo da Dor

Nota: 9,0

Tracklist:

  1. Cumulonimbus
  2. Batismo da Dor
  3. Escravo da Ilusão
  4. Reféns do Medo
  5. Em Nome de Deus
  6. Dono da Verdade
  7. Antaŭŝtorm’
  8. A Noite Espessa
  9. Perseverança
  10. Mal Necessário (Cover)

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.