Por: (Arte Metal)

O Rio Grande do Sul ficou famoso por exportar nomes do Metal mais extremo como KRISIUN, REBAELLIUM, NEPHAST, DISTRAUGHT, LEVIAETHAN, etc… Porém, o estado sempre nos brindou com bandas de outros estilos, e o Heavy Metal tradicional é um deles, onde HIBRIA, SCELERATA e agora o VAKAN provam isso.

O grupo de Santa Maria chegou ao seu debut no ano passado, depois de 8 anos na luta e um EP lançado, “Freeze!” (2012), que obteve boa repercussão. Mas quem achava que o quarteto havia se acomodado, se engana, pois estamos diante de um trabalho que esbanja talento e qualidade!

“Vagabond” é um trabalho que une o melhor do Heavy Metal em sua essência, com leves toques de Prog e inclusão de música regional em algumas passagens e arranjos. O resultado é soberbo, com músicas que unem técnica, feeling e muita emoção, no sentido real da palavra.

O disco, por sinal bem produzido por Leo Mayer e pela banda, mostra equilíbrio em praticamente tudo, com um instrumental balanceado, arranjos ricos e melodias bem impostas. Beyond Mankind, Russian Roulette e Moving On dão um início mais intenso, soando como uma rica trinca inicial.

Eis que bem no meio do trabalho, surge a belíssima faixa Diary of P. Stuart, trazendo um pouco dos ritmos regionais e uma dinâmica diferente, com direito a acordeom, e linhas de baixo marcantes. Daí em diante, após um interlúdio, o ar Prog aparece mais intenso, assim como arranjos mais variados.

Destaque para a peça final da faixa título, dividida em quatro partes, que mostra a versatilidade da banda e o senso criativo no auge do quarteto. Uma bela estreia que merece atenção não só do cenário nacional, mas de todo o mundo. Pois é uma banda que sabe aonde pisa.

Vakan - Vagabond

Nota: 9,0

Tracklist:

  1. Orbis
  2. Beyond Mankind
  3. Russian Roulette
  4. Moving On
  5. Euphoria
  6. Diary of P. Stuart
  7. Interlude: Eremita
  8. The Flow of Matter
  9. Presumption of Guilt
  10. Vagabond, No. 1: Princes and Principles
  11. Vagabond, No. 2: Utopia
  12. Vagabond, No. 3: 1st Law: Chaos
  13. Vagabond, No. 4: Epitome, Epitaph

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.