Torturizer – Faceless

Por: (Arte Metal)

Foram 5 anos para registrar o primeiro trabalho e este veio em forma de EP intitulado Faceless. Cinco anos em que a banda passou pelos perrengues que o underground proporciona, sofreu mudanças no line-up e adquiriu toda a experiência necessária para lançar este trabalho.

Focando seu som no Death Metal com pitadas de Thrash Metal, o trio maranhense consegue impor respeito e mostra que conhece do assunto. Afinal, com riffs realmente potentes (altamente influenciados pelo Thrash), um baixo poderoso que enfatiza o peso e uma bateria versátil, a banda consegue criar sua identidade.

Com vocais urrados que destilam temas típicos como guerra, tortura e horror, a banda mostra que seu ponto forte são as quebradas e mudanças de ritmo que fazem com que sua música fique ainda mais digerível aos ouvidos extremos. Quesitos estes fundamentais para mostrar qualidade no conjunto da obra.

Conseguindo fazer que mesmo sua música sendo extrema, possuam bons refrãos e certa acessibilidade, guardadas devidas proporções, é claro. A produção é boa e se melhorar só vai acrescentar ao que a banda tem apresentado. Certo é que o EP de estreia já apresentou e bem a banda ao cenário metálico.

Torturizer - Faceless

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Bloodthirsty (intro)
  2. Faceless
  3. Human Collector
  4. Torture Machine
  5. Carnivore
  6. Death Emperor
  7. Death Lights

Link sobre a banda:

Facebook

Comentários

Você também pode se interessar por...