Já começou a contagem regressiva para que uma das apresentações mais impressionantes e perturbadoras da história do rock/metal mundial novamente desembarque na América do Sul. O polêmico Brujeria finalmente está prestes a reencontrar com seus ensandecidos fãs brasileiros.

Digna de uma carreira repleta de controvérsias, a enigmática banda tem única e exclusiva apresentação no Brasil, na próxima segunda-feira (16/05), na Clash Club, em São Paulo. O show que faz parte da histórica Fuck Donald Trump Tour, também vai devastar Colômbia, Equador, Chile, Bolívia e Argentina.

Com composições pesadas, repletas de cinismo, violência e aquela pitada cômica, Juan Brujo (vocal), El Sangrón (vocal), El Cynico (baixo | Jeff Walker – Carcass), Hongo Jr. (bateria | Nick Barker – Cradle of Filth, Dimmu Borgir, Old Man’s Child, Lock Up, Testament), A. Kuerno (guitarra | (Chris Paccou) e Pititis (vocal – Gabriela Dominguez) vão executar diversos clássicos da carreira, além das faixas do novo álbum Pocho Aztlan.

Ainda há ingressos à venda no site do Clube do Ingresso, Galeria do Rock (loja 255), Santo André (Metal Music), lojas da Contém 1 Grama (shoppings West Plaza, Metrô Boulevard Tatuapé, Aricanduva e Santa Cruz) e bilheteria do Carioca Club. Mais informações no serviço abaixo.

Em uma sala bem simples, os vocalistas Juan Brujo e El Sangrón enviaram mensagem aos seus fieis seguidores com todo requinte de um grupo terrorista. Confira o vídeo:

Desde a sua formação no começo dos anos 90, em Los Angeles (EUA), o Brujeria é um dos nomes mais cultuados e com uma das carreiras mais peculiares da música mundial. Lendas, boatos, rumores e todos os ingredientes possíveis sempre alimentaram o misticismo de como se fossem um verdadeiro e ameaçador grupo terrorista pronto para a carnificina.

Com fortes raízes no México e letras todas cantadas em espanhol, que tratam de temas polêmicos como satanismo, sexo, imigração, narcotráfico, política e revolução, além do fato de se auto intitularem narcotraficantes, esconder suas faces e manter suas identidades preservadas sob pseudônimos, a banda chamou a atenção inclusive do FBI.

O supergrupo já contou com de integrantes de bandas como Fear Factory, Faith No More, Napalm Death, Dead Kennedys, Carcass, At The Gates e Cradle of Filth. Billy Gould (FNM/Jello Biafra & GSM), Dino Cazares (Fear Factory), Shane Embury (Napalm Death) e Jello Biafra (Dead Kennedys, LARD) são só alguns dos membros da fase de maior sucesso do grupo.

O Brujeria ganhou notoriedade com o lançamento dos álbuns Matando Gueros (1993), Raza Odiada (1995) e Brujerismo (2000). Este último foi o grande sucesso comercial da banda, os credenciando para disputar o Grammy Latino, mesmo eles pouco se apresentando ao vivo.

A música Seis Seis Seis, o EP Demoniaco e o single El Patrón, que homenageia o ex-chefe do Cartel de Medelín, Pablo Escobar, fizeram o barulho necessário para as lendas sobre o Brujeria começassem a surgir.

Serviço São Paulo

Dark Dimensions orgulhosamente apresenta Brujeria – “Fuck Donald Trump Tour”
Banda convidada: Endrah
Data: 16/05/2016
Local: Clash Club
End: Rua Barra Funda, 969 – próximo ao Terminal Palmeiras – Barra Funda
Horário: 19h (portas) | 21h (show)
Classificação: 16 anos
Imprensa: [email protected]
Evento Fb: https://www.facebook.com/events/1742174922684784/

Ingressos:
1º Lote: Camarote meia-entrada/promocional: R$ 120,00
2º Lote: Pista meia-entrada/promocional: R$ 90,00

Venda Online: http://www.clubedoingresso.com/brujeria
Pontos de venda autorizados: http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar

Gustavo Pavan

Headbanger, técnico em informatica, programador e produtor de shows underground.