Fala pessoal, e aí, todos estão prontos, pois ele está chegando. Pra uns, esse evento que não deveria existir, algo ridículo e que poderia ter sido esquecido por todos, pra outros o período mais feliz, o cara se joga nos blocos, vai desfilar em Escola de Samba, se diverte e tudo, mas, o que acontece de mais clássico é, o Carnaval sempre foi e sempre será uma época de relaxamento, seja ela qual for. Mas, e aí, o que o público que veste preto, usa cabelo grande, piercings e tatuagens faz? E não, não falo da galera do Sertanejo Universitário, falo da gente mesmo, público rocker, e aí, como a gente fica?

Então, com essa pergunta, eu começo esse pequeno bate papo sobre esse período da seguinte maneira: e aí, o que podemos fazer no Carnaval, sendo roqueiros, metaleiros e afins? Tem uns que, por serem menores de idade, possivelmente viajem com os pais e fiquem em casa ouvindo música, ou jogando video game e afins, outros viajam pras mais variadas regiões de praia por onde tenham, outros devem curtir mais a calmaria da Serra e do Interior, mas sempre tem um plano pra aproveitar o carnaval, de um jeito ou de outro.

Em Curitiba, sei que acontece um evento sensacional, que infelizmente, eu nunca fui, mas tenho relatos de conhecidos próximos que foram e elogiaram muito, o Psycho Carnival, evento que acontece durante o período de Carnaval e é voltado ao PsychoBilly, Pós Punk, Punk e afins, com diversos shows de bandas Nacionais e Internacionais que vem ao evento. Em São Paulo, provavelmente os roqueiros e bangers devem ir para os bares, já em Salvador, saindo um pouco do Circuito mais clássico do Carnaval, apesar de estar próximo à Barra/Ondina, existe um palco, o Palco do Rock, ou seja, no meio da folia em Salvador, o pessoal tem a chance de curtir um som mais pesado durante o evento mais popular do Brasil e isso é legal demais.

Claustrofobia se apresentando no ‘Palco do Rock’ em Salvador.

Como todos sabem, a “Cidade Maravilhosa” para no Carnaval, tendo em seus dias, a folia como principal fonte de renda, sendo uma cidade mais voltada ao Turismo, esse período é um período de grande lucro para a Cidade e para o Estado também. A cidade fica completamente dominada por blocos de rua, pessoas da cidade e de fora, de um lado pra outro com somente um propósito: curtir o Carnaval. Uns indo atrás dos blocos, outros indo para a Marquês de Sapucaí, o Carnaval atrái muita gente a cidade, mas, e o público Rocker, como fica? Existe aqui alguns blocos que homenageiam o Rock, como o Sargento Pimenta, que transforma grandes clássicos dos Beatles em marchinhas carnavalescas, parecem que as composições saíram direto de Londres para se casar com o “remelexo” Brasileiro e ainda tínhamos por aqui o Bloco Crú, que infelizmente(para alguns), veio acabar a um certo tempo atrás e eles tocavam clássicos do Rock também versões de marchinhas, mas com umas guitarradas.

Esses blocos arrastam uma boa galera por onde passam, ou aonde eles tocam, mas e aí, você se daria por satisfeito?

Ou você acha que merecemos um evento e um tratamento melhor??

Pensando nisso, a produtora Sylvia Sussekind uniu forças com a Dj Cammy Marino e estão organizando um evento na Zona Norte do Rio, chamado Zombie Carnival – The Walking Dead Edition, evento dedicado completamente ao público banger da Cidade do Rio, no meio do carnaval, na Zona Norte do Rio, pra ser mais exato, no Méier, em um bar já conhecido por alguns, o Buffallos Bar, com entrada completamente GRATUITA, a dupla de produtoras, muito corajosas, pretendem lotar o local.

Conversando com a Dj Cammy Marino, a pretensão do evento é exatamente acabar com a “falta de opções” da cidade e ela ainda sonha em fazer esse evento ter a proporção do Psycho Carnival e acho que tem condições sim. Ou seja, esse ano, se o evento for um sucesso, poderemos ter mais e mais e espero, sinceramente que o Carnaval Rock surja aqui no Rio, ainda mais em uma área tão carente como a Zona Norte do Rio, já que a casa se encontra no Méier, clássico bairro da cidade.

O Zombie Carnival, no dia 25/02 promete aquecer os motores do público Rocker Carioca.

 E no dia 26 de fevereiro, no domingo, ocorrerá um evento com quatro bandas do Underground Carioca e, particularmente, eu curti demais o jeito que eles convidaram o público, usando a clássica chamada de uma rede de roupas masculinas e femininas, os organizadores do evento Carnavalesco mandaram um De Headbangers para Headbangers e eu achei sensacional! O evento União Headbanger Carnaval, que ocorrerá em Botafogo, no Estúdio Hanoi, esse evento promete colocar um pouco mais de som no Carnaval Carioca e o ato inusitado merece ser citado e tomara que seja mais um evento que venha pra ficar e melhorar cada vez mais o cenário do Rio de Janeiro.

           De Headbanger pra Headbanger, esse é mais um evento na Carnéia, que pode dar certo e vir pra ficar.   

Então meu amigo, pelo menos esse ano, aqui pro Rio de Janeiro, estou conseguindo ver uma saída interessante pra curtir na cidade, bebendo aquela gelada e ouvindo o que eu gosto, no tão amado e também temido período da Carnéia, espero que, por todo o país, tenhamos mais eventos voltados ao público do Underground e que vale a pena lembrar, não importa se você curte demais esse período e vivencia ele com todo o furor, ou se você o odeia e prefere ficar em casa, o respeito entre a galera é o que vai fazer sempre nosso cenário melhorar, beleza?

Augusto Hunter

TI, Headbanger e Redator desse estimado Portal.