1- Antes da banda se chamar Europe, ela era chamada de Force e ao tentar conseguir uma gravadora, enviando demos, recebiam a resposta de que só teriam o material lançado se cortassem o cabelo e cantassem em sueco.
Somente em 1982, a namorada de Joey Tempest inscreveu a banda em um concurso de talentos e eles venceram outros quatro mil concorrentes. Pouco antes disso, a banda mudou o nome para Europe e, ao ganhar o concurso, conseguiram um contrato para lançar seu primeiro disco auto-entitulado.
https://fbcdn-sphotos-g-a.akamaihd.net/hphotos-ak-snc7/308290_364917790249945_95683118_n.jpg
2- Ainda no início da carreira da banda, em 1981, por três meses o baixista Marcel Jacob (Rising Force/Talisman) tocou no lugar de John Levén, que o substituiu no Rising Force. Após esse tempo, os integrantes voltaram às suas bandas originais. Aparentemente, Levén teve problemas com Malmsteen e, por isso, não continuou com ele. Nesse curto período, Jacob co-escreveu a faixa “Scream of Anger”, com Joey Tempest. A música foi lançada no segundo álbum do Europe, “Wings of Tomorrow”.
http://www.youtube.com/watch?v=UbTfTl9e4uk
3- O álbum “Out of This World”, de 1988, além de vender um milhão de cópias somente nos Estados Unidos, teve seis singles lançados:
“Superstitious”, “Open Your Heart”, “Let the Good Times Rock”, “More Than Meets the Eye”, “Sign of the Times” e “Tomorrow”. Este último foi lançado apenas em um país: o Brasil.
A tour começou com um show para 60 mil pessoas em Mumbai, na Índia, seguiu para o Japão e Europa, mas a banda não retornou para os Estados Unidos depois. Tocaram no verão de 1989 em apenas um festival na Europa e, em seguida, eles retornaram para o estúdio para a composição e gravação de um novo álbum.
http://www.youtube.com/watch?v=5gU5Vg2JokU
4- Após a turnê de 1992, a banda entrou em um hiato por tempo indefido. Cada integrante seguiu em projetos paralelos ou carreira solo, até que se reuniram para as celebrações do ano 2000. Na noite da virada, a banda apresentou duas músicas em Estocolmo, “The Final Countdown” e “Rock the Night”.
Essa foi a primeira e única vez na qual os dois guitarristas que passaram pela banda, John Norum e Kee Marcello, tocaram juntos. Quando a banda se reuniu em 2003, Marcello acabou não retornando por diversos motivos.
http://www.youtube.com/watch?v=9iV3YITW0QI
5- “The Final Countdown” é o maior hit do Europe sem sombra de dúvidas. É uma canção baseada em um riff criado por Tempest no início da carreira da banda, até que, em 1985, John Levén o convenceu de que ele deveria compor uma música com ele. Orignalmente, “The Final Countdown” não seria um single do álbum, mas a gravadora Epic Records sugeriu e a banda aceitou.
A música chegou a ficar em primeiro lugar nas paradas de 25 países após seu lançamento. Ao longo dos anos, já ganhou covers de artistas como After Forever, Laibach, Vision Divine, Toy Dolls, a London Symphony Orchestra entre outros. E, apesar de constar
na trilha do musical “Rock of Ages”, foi deixada de lado na adaptação para o cinema.
http://www.youtube.com/watch?v=9jK-NcRmVcw

Com mais de três décadas de história, o Europe é um dos grandes nomes do Hard Rock mundial. A banda se prepara para única apresentação no Brasil, no dia 23 de setembro, nA Seringueira, em São Paulo.

Para celebrar esse momento, reunimos cinco curiosidades sobre essa banda responsável por grandes sucessos que marcaram a história, como The Final Countdown, Carrie, Supertitious, Rock the Night e tantos outros. Confira:

1- Antes da banda se chamar Europe, ela era chamada de Force e ao tentar conseguir uma gravadora, enviando demos, recebiam a resposta de que só teriam o material lançado se cortassem o cabelo e cantassem em sueco.

Somente em 1982, a namorada de Joey Tempest inscreveu a banda em um concurso de talentos e eles venceram outros quatro mil concorrentes. Pouco antes disso, a banda mudou o nome para Europe e, ao ganhar o concurso, conseguiram um contrato para lançar seu primeiro disco auto-entitulado.

2- Ainda no início da carreira da banda, em 1981, por três meses o baixista Marcel Jacob (Rising Force/Talisman) tocou no lugar de John Levén, que o substituiu no Rising Force. Após esse tempo, os integrantes voltaram às suas bandas originais. Aparentemente, Levén teve problemas com Malmsteen e, por isso, não continuou com ele. Nesse curto período, Jacob co-escreveu a faixa Scream of Anger, com Joey Tempest. A música foi lançada no segundo álbum do Europe, Wings of Tomorrow.

3- O álbum Out of This World, de 1988, além de vender um milhão de cópias somente nos Estados Unidos, teve seis singles lançados: Superstitious, Open Your Heart, Let the Good Times Rock, More Than Meets the Eye, Sign of the Times e Tomorrow. Este último foi lançado apenas em um país: o Brasil.

A tour começou com um show para 60 mil pessoas em Mumbai, na Índia, seguiu para o Japão e Europa, mas a banda não retornou para os Estados Unidos depois. Tocaram no verão de 1989 em apenas um festival na Europa e, em seguida, eles retornaram para o estúdio para a composição e gravação de um novo álbum.

4- Após a turnê de 1992, a banda entrou em um hiato por tempo indefido. Cada integrante seguiu em projetos paralelos ou carreira solo, até que se reuniram para as celebrações do ano 2000. Na noite da virada, a banda apresentou duas músicas em Estocolmo, The Final Countdown e Rock the Night. Essa foi a primeira e única vez na qual os dois guitarristas que passaram pela banda, John Norum e Kee Marcello, tocaram juntos. Quando a banda se reuniu em 2003, Marcello acabou não retornando por diversos motivos.

5- The Final Countdown é o maior hit do Europe, sem sombra de dúvidas. É uma canção baseada em um riff criado por Tempest no início da carreira da banda, até que, em 1985, John Levén o convenceu de que ele deveria compor uma música com ele. Orignalmente, The Final Countdown não seria um single do álbum, mas a gravadora Epic Records sugeriu e a banda aceitou.

A música chegou a ficar em primeiro lugar nas paradas de 25 países após seu lançamento. Ao longo dos anos, já ganhou covers de artistas como After Forever, Laibach, Vision Divine, Toy Dolls, a London Symphony Orchestra entre outros. E, apesar de constar na trilha do musical Rock of Ages, foi deixada de lado na adaptação para o cinema.

 

Portal do Inferno

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!