Cherie Currie - The Runnaways

Cherie Currie, a ex-vocalista da lendária banda The Runaways, publicou uma mensagem em sua página do Facebook esclarecendo aos fãs o porquê da demora do lançamento de seu tão aguardado álbum solo:

“Há muitas histórias por aí, principalmente negativas sobre o meu álbum e porque ele não saiu. Eu sinto que devo uma explicação, uma vez que vocês o aguardam pacientemente, sendo que eu o gravei em 2010-2011.

Vejam, eu queria sair por aí e tocar para vocês de novo. Após 30 anos, com o filme, meu livro e um show de abertura bem-sucedido para a Joan Jett, em 2010, para mim era a hora certa de gravar um disco, se eu fosse fazer algo do tipo novamente. Eu estava pronta para voltar, mas quando você põe suas esperanças, sonhos e carreira nas mãos de outras pessoas, é um risco que pode ser frustrante, então estou esperando por um álbum que ainda nem foi masterizado. Tem sido muito, muito difícil, pois o que eu mais queria era tocar as músicas que amo do meu passado, claro das The Runnaways, músicas que vocês amariam ouvir e algum material novo. Se eu soubesse que a minha gravadora ia segurar o disco por tanto tempo, eu teria tomado um caminho diferente, mas isso são águas passadas.

Não era para ser tão complicado, era para ser divertido. Eu fiz o que meu agente disse para fazer e isso significou que tive que esperar. Sem tocar, sem nada. Não acho que esteja errada em pensar que três anos é tempo demais.

Esse álbum pode não sair nunca. Aceitei esse fato agora. É decepcionante, pois tem grandes músicas que Matt Sorum, Nick Maybury, Grant Fitzpatrick, Jake Hays, Lanny Cardola, Billy Corgan, The Veronicas, Brody Dalle, e muitos outros trabalharam duro pensando nos fãs da The Runnaways. Aprendi que mesmo que você não possa convencer os outros a fazerem o que acha que é certo e você se sente desencorajada, é sua escolha sair dessa zona de conforto e voltar à ativa.

Alguém me disse recentemente: ‘saia desse clima. Elimine o que não está dando certo. Saia do luto daquilo que você perdeu e volte com tudo. Mesmo sendo doloroso, não é o final. Mesmo sendo injusto, não é o final. Enxugue as lágrimas, lave seu rosto, tenha mais atitude e volte’. Então é isso o que estou fazendo.

Gravarei um single ainda neste ano e lançarei pelo iTunes. Vou tocar, tocar, tocar, como eu queria ter feito desde o começo. Darei aos fãs o que eles querem e merecem sem um agente e gravadora.

Lita Ford me disse um outro dia: ‘irmã, você não está morta ainda!’ E ela está certa. É hora de ter fé nas únicas coisas que eu posso contar: em mim e nos fãs. É isso o que realmente importa”.

Portal do Inferno

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!

Deixe um comentário