Avenged Sevenfold - Hail to the King

Em entrevista à Kerrang!, M. Shadows, vocalista do Avenged Sevenfold, comentou sobre três músicas do sexto álbum de estúdio da banda, Hail to the King, que será lançado no dia 27 de agosto. Confira:

Shepherd of Fire
M. Shadows: “Essa é a primeira música. Se você simplesmente ouvi-la, sentirá como se tivesse sido levado para o inferno. Dos riffs, aos sinos tocando, as sirenes, ao ritmo da bateria, tudo vai fazer com que você se sinta arrastado para baixo. Parece com Sympathy for the Devil (Rolling Stones), com um demônio de língua prateada conversando com você. Não é somente fogo e enxofre; ele te atrai e diz que pode fazer sua vida melhor do que o cara lá de cima. Há um clima de tentação, com o caos puro acontecendo”.

Requiem
M. Shadows: “Queríamos fazer um requiem perverso, ao invés de todos aqueles que falam ‘oh, Deus, salve-me’. Esse é sobre o senhor das trevas chegando para salvá-lo e ressurgindo do inferno para fazer isso. É uma música louca, fora do controle, com orquestras, instrumentos de cordas e todos os tipos de loucura. Então, há outras experiências no álbum – eu me baseio nas coisas que acontecem no nosso bar, o Johnny’s Bar, e levo para outras proporções para transformá-las em músicas como essa”.

Planets
M. Shadows: “Essa música é uma coisa intergalática, do estilo Darth Vader – é tipo a Marcha Imperial com sirenes e um ataque bem metal. Há uma outra música, Acid Rain, que vem em seguida de Planets. É a história de amor que acontece após a colisão dos planetas e você é jogado no espaço com a pessoa amada para morrerem. Então, há um bocado de histórias loucas e sombrias por todos os lugares, mas é definitivamente metal”.

Portal do Inferno

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!

Deixe um comentário