BreaKdowN: A história de Leo e a fundação da banda

  • Post author:
  • Post published:30 de janeiro de 2021

*Quando descobriu a música pesada?

Obrigado pelo espaço, eu ouvia radio desde muito pequeno e as coisas foram caminhando devagar, entre meus 9 e 10 anos aconteceram algumas coisas que fizeram a diferenÇa, achei uma coletânea nos discos dos meus pais onde tinha “Schools Out” do Alice Copper ainda novo, depois ouvi “Balls to the Walls” do Accept no programa Beavis and Butt Head e assisti um especial do Iron Maiden na antiga TV Manchete, a partir daí  através da troca de fitas e do boca a boca que tínhamos antes da internet acabei descobrindo punk, thrash e death metal. 

* Como surgiu o interesse em tocar guitarra e cantar?

Longa história…Lembro que queria uma guitarra, mas acabei ganhando um violao, uns anos mais tarde acabei achando uma guitarra numa feira de rua, uma velha tonante, um dia memorável, ela não tinha nem bag, eu lembro de vir no ônibus carregando ela como se fosse um troféu!! Bem, eu não sabia de nada, cheguei em casa, sentei o sarrafo mas não saia aqueles sons que eu ouvia nos discos….rs, depois, adaptei um velho stereo e arrumei um pedal horrível, mas deu para começar.

Depois de um tempo, eu entrei na banda do bairro mas fui expulso, pois so queria tocar musica pesada…depois veio o punk rock que tinha uma puta energia e dava para tocar e tínhamos até uma banda na escola, eu apredi sozinho, mas quando achei que estava pronto, me juntei ao meu irmao, compramos uma batera, mas não sabiamos tocar. Compramos uns VHSs na Galeria e ficávamos assistindo as bandas…depois, em certo ponto não tinha ninguém para cantar, então eu decidi tentar, aqui estou ainda aprendendo guitarra e aprendendo a cantar 20 anos depois!

* Como e quando você fundou a banda BreaKdowN? 

Eu tocava covers com meu irmão e tinha um cara no vocal, em 98 ele saiu, rebatizamos a banda para BreaKdowN, e decidimos fazer música, arrumamos um baixista e foi aí que tudo começou, nossa primeira demo é de 2000, tínhamos um show marcado na Fofinho em SP, e precisava de material gravado, gravamos então a demo “Disgrace” em uns 40 minutos, acho que foi ai que iniciamos a troca de fitas mundialmente e o negócio começou para valer.

* Quais momentos você indica como os mais memoráveis da carreira?

Eu sou sortudo em dizer que temos vários, a primeira gravação, ah o primeiro show, o primeiro contrato para o CD, ver o Time To Kill em vinil, tocar com tantas bandas que estavam/ estão na cena em tantos shows… e recentemente estou muito animado com essa volta.

Voltar e ver que o “Time to Kill” rodou o mundo e que temos amigos por aí, até hoje e as pessoas lembram, as músicas novas estão bem legais e tenho a sorte de ter um grande line up, minha esposa na banda agora e o apoio de um super batera, o plano é ter mais momentos memoráveis em breve!

* Deixe uma mensagem para os fãs sobre o futuro do grupo!

Bem, entre tantas bandas legais que existem… se você leu até aqui, parou para nos ouvir e esteve em um show nosso, tem nosso material, tocou na banda, nos segue nas redes sociais, etc, , meu muito obrigado!

O BKN escreve Metal com o coração mesmo, sem se preocupar com o que está na moda absorvemos bem as influencias ..uma outra parte muito interessante dessa arte é ver como agente chega a tanta gente legal. Estamos fazendo bastante música, vamos compartilhar com todos em breve e começar a segunda parte de nossa jornada.

BreaK   Down the Walls!

O disco de 2007, Time to Kill, se encontra disponível em todas as plataformas digitais. Confira abaixo pelo Spotify:

Links oficiais da banda:

https://www.facebook.com/BreaKdowNBKN/
https://www.youtube.com/channel/UCjiKiueUfmorgOwrlAW5uLw
https://www.instagram.com/breakdown_bkn/