Esse tem sido mais um belo ano para os amantes de Rock Pesado em nosso país, sim, sempre temos alguns problemas com eventos aqui e ali, mas, o fluxo de bandas que, estão debutando em solo Brasileiro é bem grande e isso ainda é muito bom pra nossa cultura, pois o país fica conhecido pela boa recepção e nisso nós bons.

Esse ano, teremos duas bandas do Metal Moderno chegando pela primeira vez ao país, o Monuments, banda expoente do cenário de Metalcore, Djent(mesmo achando essa terminologia esquisitíssima né…), a banda oriunda do Reino Unido, está vindo em tour do seu belíssimo disco Phronesis e contando em sua formação com Chris Barretto no vocais, nas guitarras John Browne e Olly Steele, no baixo Adam Swan e na bateria Anup Sastry, a banda tem um som forte e muito bem trabalhado, mantendo a pegada do estilo.

E como convidados dessa turnê, teremos o maravilhoso Scar Of The Sun, uma banda Grega que, também tem uma pegada moderna em seu som, sendo o Progressivo o mais forte, é uma banda que também chega no país pela primeira vez. O Scar Of The Sun conta em sua formação o vocalista Terry Nikas, os guitarristas Alexi Charalampous e Greg Eleftheriou, o baixista Panagiotis Gatsopoulos e o baterista Thanos Pappas vem ao Brasil mostrar o segundo disco de uma trilogia que se iniciou no disco A Series Of Unfortunate Concurrencies, a tour do Scar Of The Sun vem nos mostrando o belo In Floods e como sabemos que esses discos se completam? Ah, conseguimos trocar uma idéia curta e muito legal com o vocalista Terry Nikas, dá uma olhada abaixo.

O In Floods nos apresenta um som muito moderno e bem conceituado, como vocês chegaram nesse som?

Terry Nikas: Primeiro de tudo, muito obrigado pelas gentis palavras, nós ficamos agradecidos que nosso trabalho é apreciado dessa forma. Nós curtimos muito música moderna, tanto no Metal como em outros gêneros, então seria natural nossa música soar assim. Nós gostamos de muita coisa mais “old-school”, mas quando vamos pra nossa música, a gente ama em pensar além. Nós gostamos de misturar estéticas progressivas com elementos Pop, pra fazer nossa música soar pegajosa e ao mesmo tempo, profunda. Tudo isso nos trouxe para um estilo que tentamos reinventar e evoluir constantemente e isso está acontecendo e será percebido em nosso próximo disco, que já está pronto.

Existe algum conceito ou história em torno das letras da banda?

Terry Nikas: Existe sim um conceito e estaremos falando nos nossos três discos, até porque, um complementa o outro. O primeiro álbum fala principalmente de alguns problemas pessoais muito sérios e descreve os diferentes estágios que eu estava passando naquele momento. Esse álbum foi minha cura pessoal. Os outros dois falam principalmente sobre a situação no mundo inteiro, em relação à ganância que resulta em uma tragédia humanitária. A crise econômica não é apenas um problema grego, é global. Vemos pessoas sendo destruídas, morrendo, sendo pobres e sem acesso à saúde e educação, quando outras são sustentadas economicamente por 10 gerações. Não podemos mudar isso como uma banda, mas tiramos isso do nosso sistema mostrando nossa raiva pelo que está acontecendo.

Será sua primeira vez na América do Sul, você pode nos contar as expectativas dessa turnê?

Terry Nikas: Primeiro de tudo, estamos todos muito animados com essa turnê! Somos mediterrâneos, por isso estamos muito próximos do povo latino. Como resultado, esperamos encontrar pessoas calorosas, muito entusiasmadas, barulhentas e amigáveis. Queremos que as pessoas venham aos nossos shows, façam parte disso, gritem, dêem toda a energia e voltem felizes para casa. Definitivamente será uma ótima experiência e para nós é uma grande honra termos a oportunidade de ter shows na América do Sul.

Vocês está vindo com o pessoal do Monuments, vocês conhecem a banda, tem alguma experiência com eles ou será tudo completamente novo?

Terry Nikas: Na verdade, nunca conhecemos os caras do Monuments, será a primeira vez. Estamos realmente ansiosos porque gostamos muito da música e do estilo deles e queremos criar um ótimo relacionamento, pois poderemos estar tocando novamente em uma turnê no futuro. Nós também amamos toda a nova geração de bandas britânicas. Bandas como Architects, TesseracT, Bring Me The Horizon, Monuments etc são incríveis, muito inovadoras e estão dando um grande impulso ao Heavy Metal, para alcançar novas gerações. Eles fizeram o Metal ficar legal de novo, hahaha…

Por favor, deixe uma mensagem para os leitores e um convite para os brasileiros e leitores do Portal aparecerem em seu show.

Terry Nikas: Como eu disse antes, nós queremos ver o maior número possível de pessoas, ter um ótimo tempo, gastar toda a nossa energia juntos e criar um vínculo que durará! Queremos voltar ao Brasil, fazer mais shows, conversar com as pessoas, beber algumas cervejas e compartilhar emoções e se conectar. Damos o nosso melhor para fazer vocês gostarem da nossa música e, definitivamente, vocês não voltarão para casa desapontados! Vejo todos vocês em breve.

Legal né? O simpático Terry Nikas está aí deixando esse convite a todos vocês para comparecem no dia 15 de Junho, na The House em São Paulo, para ver a primeira vez do Scar Of The Sun e Monuments pelo Brasil, duas bandas modernas e com muita qualidade sonora, esse show será incrível, então compareçam, abaixo o serviço do evento.

SERVIÇO – São Paulo
Monuments (Reino Unido) e Scar Of The Sun (Grécia)
Data: 15 de Junho, Sexta
Local: The House (antigo Hangar 110)
Vendas: https://pixelticket.com.br/eventos/3733/monuments-scar-of-the-sun

Ponto de venda sem taxa:
Locomotiva Discos (R. Barão de Itapetininga, 37 – Loja 8 – República, São Paulo)

R$100,00 pista
R$150,00 mezanino

Augusto Hunter

TI, Headbanger e Redator desse estimado Portal.