Necrofobia: música “Silent Protest” tem seu conceito elaborado sobre o monge “Thích Quảng Đức”

  • Post author:
  • Post published:25 de agosto de 2019

O mais recente álbum lançado pelo Necrofobia, “Membership“, carrega consigo letras fortes, arranjos impactantes e um núcleo de criação que, por mais de 15 anos, elaborou cuidadosamente o conteúdo escrito e composto para esse registro.

Para que você, leitor e fã da banda, possa compreender melhor os assuntos abordados em cada uma das 13 músicas presentes em “Membership“, será revelado gradativamente o conceito elaborado individualmente de cada uma das faixas.

A primeira música do álbum, “Silent Protest“, que muito em breve terá um videoclipe oficial lançado, aborda um fato histórico sobre o monge “Thích Qung Đc“, que como protesto contra a política religiosa do governo “Ngo Dinh Diem”, ateou fogo em seu próprio corpo em um processo de autoimolação, em 11 de junho de 1963, resultando em sua morte.

Thích Quảng Đức
Thích Quảng Đức

A sua autoimolação foi filmada e fotografada, e se tornou uma imagem icônica (posteriormente usada pela banda Rage Against the Machine como capa do seu primeiro álbum). Enquanto queimava, o monge se manteve imóvel e totalmente em silêncio. É daí que vem o nome, traduzido “Protesto Silencioso“.

Dizem que, mesmo após a completa carbonização do corpo, seu coração se manteve intacto, e a música se refere a esta história em uma de suas estrofes: “um bom coração sempre se mantém o mesmo, um coração valente sobrevive a uma torre de chamas”, em tradução livre do Inglês.

A música pode ser conferida em todas as plataformas digitais, abaixo liberamos o link para audição completa pelo Spotify:

Formação:
Romulo Felício: Vocal/Guitarra
André Faggion: Bateria
João Manechini: Baixo
Rodrigo Tarelho: Guitarra 

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/necrofobiabr/
Instagramhttps://www.instagram.com/necrofobia
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/necrofobia/