Bem, vamos lá, essa é acho que, a quinta tentativa que eu tento escrever um texto fugindo um pouco do mais clássico e normal sobre um assunto que, permeia a todos nós e mesmo assim nenhum ser humano está pronto, a morte. E mesmo assim, ela está aí e infelizmente vai chegar a todos nós, uma hora ou outra e infelizmente, no dia 08 de Junho, o mundo do Heavy Metal Nacional sofre uma perda pesadíssima, André Matos, Maestro, Compositor e Fundador do Viper, Angra e Shaman nos deixou.

O André Matos foi um cara que, se pararmos pra pensar com calma, foi sempre a frente de seu tempo, na década de oitenta, quando o som mais pesado dominava uma inicial cena de Heavy Metal do Brasil, ele me vem com o Viper e a sua proposta de um Power Metal, ou Metal Melódico, vamos assim dizer e ele com o Viper lançou dois discaços: Soldiers Of Sunrise e Theater Of Fate.

Já nos anos 90, André Matos funda o Angra e grava três clássicos com a banda, os maravilhosos Angel´s Cry, Holy Land Fireworks, nos três discos vemos uma banda incrível, coesa e como sempre, André Matos pensando a frente, já incluindo ritmos Nacionais em suas composições e nisso eu deixo como exemplo as lindas Holy Land e Make Believe, do disco Holy Land, a presença de um baião em Never Understand, no primeirão Angel´s Cry e nesse ponto, vou dividir algumas histórias legais com vocês.

Quem não lembra das brincadeiras que muitos fizeram com a voz do André Matos, no cover da cantora Pop, Kate Bush(Wuthering Heights)?

Me lembro de sair com amigos e a gente sempre tentar cantar “igual” o André Matos, aquelas notas altíssimas, ou mesmo me lembro de, ligar feito um louco para a MTV, tentando incluir o clipe de Make Believe no Top 10 da Emissora, ou elegê-lo como o melhor clipe de Rock nos VMB´s(Video Music Brasil, premiação da época da MTV).

Ao sair da banda ele não parou, se envolvendo em diversos projetos, teve o Shaman, com os outros membros que saíram do Angra também, com o Shaman mais dois discos, o Ritual e o Reason, mas aí, temos que falar um feito pela composição do Maestro André Matos: FAIRY TALE. Essa música foi selecionada e entrou na trilha sonora da novela “O Beijo do Vampiro”, da Rede Globo e todos sabemos que, pra um som pesado, estar em uma trilha sonora dessas, não é qualquer coisa e ele conseguiu isso, levando o som do Shaman pra dentro da casa de pessoas que nunca pensariam em ouvir suas músicas, mas com certeza ouviram muito essa canção.

O André Matos ainda teve o Virgo(com Sascha Paeth), lançou três discos em sua carreira solo, gravou músicas com o Avantasia e teve o Symfonia, supergrupo com nomes de peso do cenário do Power Metal Mundial.

Ele ainda retornou aos palcos com o Viper, tendo feito uma apresentação maravilhosa no Rock In Rio de 2013 com a banda, estava finalizando uma tour com o Shaman, em uma reunião deveras celebrada pelos fãs, tocou no domingo passado no Espaço das Américas, fazendo a abertura do Avantasia e subiu ao palco para cantar Reach Out For The Light, música essa que ele gravou com o projeto do amigo Tobias Sammet e depois desse show, ele tinha comentado um possível retorno da formação original do Angra para uma celebração dos 30 anos de banda, mas infelizmente, a vida assim não quis.

André Matos sofreu uma parada Cardio-Respiratória no sábado, findando assim o “Maestro”, como ele já era conhecido, esse texto é uma homenagem a memória desse grande músico, um pedido de Muito Obrigado pelo seu trabalho, por levar o Brasil a outros países com tanta maestria e capacidade, é também uma despedida dessa incrível voz. Aos familiares do André Matos, nossas mais sinceras condolências. Fica abaixo a informação de que, nesse sábado, na Igreja da Consolação, será rezada uma missa de sétimo dia em memória dele, ao meio dia.

Até mais André Matos, muito obrigado por ser a voz de uma geração avída por Metal.

Augusto Hunter

TI, Headbanger e Redator desse estimado Portal.