SWU: lançamento oficial do festival 2011

Aconteceu hoje, 28/06, na capital paulista, o anúncio oficial do festival SWU 2011. Em uma cerimônia voltada para a mídia especializada, o Portal do Inferno foi convidado a estar presente e trazer para seu público as novidades que o festival apresenta para esse ano.

Em uma apresentação multimídia que durou uma hora e meia e foi encabeçada pelo apresentador da Rede Globo Zeca Camargo, o que os repórteres ali presentes puderam presenciar foi, além do que despertava mais curiosidade que era, obviamente, as atrações do evento, muita informação a cerca de todo o projeto que gira em torno do SWU. Numa nítida empreitada para desmontar a visão de que o SWU é apenas um festival de música, mas sim uma como não cansaram de dizer “idéia em movimento”, a organização apresentou inúmeros dados estatísticos que comprovam o tamanho e volume de ações que carregam a marca. Assim como também parceiros, idéias colocadas em prática, empreendimentos e tudo o que gira em torno da idéia principal: sustentabilidade. Também fizeram questão de dizer que aprenderam com os erros do ano passado, já que durante o último evento muitas reclamações foram registradas e inclusive divulgadas na mídia, como todo o transtorno nos banheiros e área dos campings, fatos esses bastante citados como os principais aprimoramentos para esse ano.

As principais mudanças foram na área da estrutura do evento. Mais espaço para o público, porém sem aumentar o contingente de espectadores. Mais lugares no estacionamento, e este mais acessível para os usuários do camping. Melhor sinalização e indicação de áreas dentro do espaço do festival. Uma nova praça de alimentação, este ano montada e gerenciada pela organização. E a triplicação dos sanitários, assim como novas localizações, esperando com isso atender as reivindicações surgidas ano passado.

Mas o que importa realmente a todos nós: o local, as atrações e os ingressos. Logo, vamos a eles:

Paulínia, a nova casa do evento

Para explicar a mudança de local, a organização fez um longo discurso, onde salientou que, primeiramente, buscaram um local onde houvesse um real comprometimento com as idéias paralelas ao festival. Muitas cidades se ofereceram e apresentaram projetos, mas diante do enorme volume de ações culturais que normalmente acontecem em Paulínia, junto com fatores mercadológicos interessantes (como por exemplos indústrias da região interessadas em participar dos projetos), esta foi a cidade escolhida. Também segundo a organização, o interior de São Paulo é o 2° maior mercado do país, perdendo apenas para a capital paulista. E, por conta disso, o festival não poderia sair do interior. Idéia reforçada, segundo dados apresentados, pelo fato de o interior paulista der sido responsável por 39% dos ingressos vendidos ano passado, sendo assim o maior consumidor do festival. Todos esses fatores fizeram o SWU sair de Itu, mas permanecer no interior, e estrategicamente, diga-se, permanecer próximo a capital paulista. O contrato firmado foi de cinco anos. O evento esse ano acontece entre os dias 12 e 14 de Novembro.

Ingressos

Segundo a organização (que não citou o valor dos ingressos), não será cobrada taxa de conveniência em nenhum posto físico de venda de ingresso, e a mesma será reduzida pela metade nos demais postos. Os ingressos para o SWU estarão à venda a partir do dia 11 de julho pela Ingresso Rápido (Internet e Call Center) e em 60 pontos de venda em todo o país, além das Lojas FNAC de São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília e Curitiba.

As atrações

Antes de divulgar os, até aqui, apenas cinco nomes confirmados do evento, a organização fez um detalhado discurso procurando deixar claro três fatores básicos para essas escolhas: O SWU ser um festival de música e não algo segmentado, a vontade de ter algo que transitasse entre o Metal e o Pop, e que atingisse todas as gerações, não se prendendo aos mais jovens apesar de, assumidamente, essa ser a maior meta de todos os projetos da marca. E, dentro dessa ótica, os nomes anunciados foram: Megadeth, Snoop Dogg, The Black Eyed Peas, Damian Marley e Peter Gabriel & Orquestra. Este último enfaticamente comemorado pela organização, que disse “ter tido um belo trabalho para fechar esse show, mas que o mesmo valia essa pena, já que está sendo sold out em todos os lugares do mundo”. Ressaltaram também que estes são apenas o começo da lista, e que as demais atrações serão anunciadas com o passar do tempo, pelos canais ligados ao SWU. Foi também anunciado o nome de Neil Young, mas apenas como palestrante nos fóruns de sustentabilidade que acontecem paralelos ao evento. Também segundo a organização, Neil tornou-se um enfático divulgador de idéias de reciclagem e sustentabilidade, e que te-lo como palestrante é um dos grandes trunfos do festival desse ano, esperando que com esse contato possam fechar uma apresentação musical para o ano que vem.

E assim encerrou-se a abertura do evento em sua versão 2011. Sem nenhum nome que cause realmente um grande impacto, sem nenhuma atração a muito esperada por nós, brasileiros. E com muitas idéias que, se realmente colocadas em prática, e não apenas na época do festival, podem certamente criar algo verdadeiramente positivo para todos.

Portal do Inferno

Portal do Inferno é um site especializado em notícias do rock n roll ao metal extremo, resenhas, entrevistas e cobertura de shows e eventos!

Deixe um comentário