Por: (Arte Metal)

O BARB WIRE DOLLS é uma banda grega de Creta, radicada nos Estados Unidos. O power trio é formado por Isis Queen (vocal), Pyn Doll (guitarra) e Krash Doll (bateria). “Desperate” é o terceiro full-lenght da banda e o primeiro a sair pela gravadora Motörhead Music (o quarto disco, “Rub My Mind”, de 2017, também saiu pelo selo) e que chega agora no Brasil via Hellion Records.

Se partirmos do pressuposto que a banda teve o aval de mister LEMMY KILMISTER, entenderemos que se trata de algo bom. E é fato. O grupo mescla o Punk dos anos 80, com o Rock alternativo e aquela aura safada do Rock and Roll tradicional, sendo que até flerta com o Metal.

Primeiramente estamos diante de uma banda enérgica e cativante. Sua sonoridade é pra cima, às vezes até flerta com o pop (guardadas as devidas proporções) e em alguns momentos soa agressiva como o Punk pede. Sujas, as composições criam um paradoxo com a voz de Queen, que não é a coisa mais suave do mundo, mas tem bem guardado seu lado feminino.

Drown, que abre o disco, cumpre seu papel como cartão de visitas e resume bem a proposta da banda. A faixa é seguida pela grudenta Surreal, que tem uma levada que lembra In Bloom do NIRVANA, mas com uma melodia recorrente diferente. A primeira pegada intensa e Punk surge mesmo com Heart Attack.

A faixa título carrega aquele ar ‘ramonico’, mostrando que a banda bebeu em fontes ricas o tempo todo. Destaque ainda para I Will Sail, que traz o lado melódico da banda, com influências total dos anos 80 e Darby Crash, inspirada no Punk setentista. Com uma produção sonora inquestionável, mas longe de modernices desnecessárias, a cargo de Jay Baumgardner (UGLY KID JOE, BUSH, HELMET), “Desperate” é um trabalho que provavelmente Lemmy estaria muito orgulhoso se o tivesse ouvido.

Resultado de imagem para Barb Wire Dolls – Desperate

Nota: 9,0

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.