Por: (Arte Metal)

Foi um silêncio de 13 anos de um disco para o outro e até um tanto quanto incompreensível, afinal a banda paranaense BELTANE, quando surgiu, lançou um bom disco. Trata-se de “The Wheel of Sabbaths”, lançado em 2006, e que mostrava todo o potencial da banda a época.

Isso fica comprovado com este segundo disco, onde a banda mostra que não parou no tempo e que continua com conhecimento de causa dentro do Power Metal. No entanto, a sonoridade da banda vai além e ainda traz muito de Metal tradicional e até leves toques do Rock clássico setentista.

Fato é que a BELTANE consegue soar madura, trazer músicas bem estruturadas e atinge um nível bem acima da média com “Tales of Pantheon”. Além disso tudo, um equilíbrio impressionante entre as faixas que deixa o trabalho mais interessante a cada audição, ganhando ainda mais pontos.

Riffs poderosos, com timbres bem escolhidos, solos oportunos e bem elaborados, além de uma sessão rítmica versátil que enfatiza o peso dão o tom instrumental do disco. Tudo tendo à frente linhas vocais equilibradas, na medida e com fortes refrãos. Que a BELTANE continue sua saga com essa qualidade acima da média.

Resultado de imagem para Beltane – Tales of Pantheon

Nota: 8,5

Link sobre a banda: 

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.