Por: (Arte Metal)

Com a demo “Order from Chaos” de 2015, a banda paranaense CORPSIA deixou uma ótima impressão com seu Thrash Metal sujo e raivoso. Agora, o trio de Londrina nos brinda com seu debut que traz este singelo nome de “Genocides In The Name of God”.

A proposta segue a do primeiro registro, mas claro que com uma evolução natural e maior preocupação com a produção, que ficou mais bem lapidada e equilibrada, mérito da própria banda que produziu o disco ao lado de Gustavo De Iorio no High Voltage Studio.

O Thrash Metal da banda não se preocupa em soar ‘assim ou assado’, e bota pra quebrar com um trabalho focado em riffs e velocidade, mas sempre tendo em meio às composições quebradas e viradas insanas. Flertes com Hardcore se fazem presentes mostrando um dinamismo importante nas composições e a técnica primada pelo grupo vem do Metal tradicional.

Todas as faixas são inéditas e mantém um bom equilíbrio entre si, o que dificulta em destacar uma ou outra. Claro que isso é um ponto positivo para a banda, que conseguiu compor faixas bem estruturadas e consistentes. Porém, se o ouvinte tiver interesse em conhecer a banda rapidamente, Purgatory Scum, a faixa título e Return são ótimas pedidas.

Um adendo quanto às mudanças que a banda trouxe em seu som em relação à demo. A agressividade do trabalho de demonstração mostrou uma banda mais enérgica inicialmente, o que poderia ser resgatado em um futuro lançamento, além da ‘sujeirinha’ tão comum no Thrash Metal. De resto, uma estreia e tanto.

Corpsia - Genocides in the Name of God

Nota: 8,0

Tracklist:

  1. Purgatory Scum
  2. Prophecy
  3. Genocides in the Name of God
  4. Violence
  5. Holochrist
  6. Execution
  7. The Rite
  8. Snakes
  9. Blood Sacrifice
  10. Returns

Link sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.