Finalmente chega ao mercado do Metal o álbum que finaliza a trilogia iniciada em 2000 com o lançamento de Throne of the Alliance, continuada com Vengeance in Black (2005). Dez anos depois, os curitibanos do Dragonheart retornam com The Battle Sanctuary, que foi lançado pelo selo norte-americano Picth Black Records.

A história fala dos reinos Claymored e Fhakior, que sofrem uma grande maldição quando celebravam uma aliança de fortes proporções, e do herói Theodoric, que tem papel fundamental na salvação dos reinos, com a ajuda de diversos elementos. Ou seja, clima épico é pouco para o Dragonheart.

Na parte musical, a banda continua destilando um excelente Power Metal que dispensa o excesso de arranjos sinfônicos, que aqui servem apenas de acessório e estão muito bem encaixados. Priorizando o peso, o som da banda possui uma tímida melodia e certo clima de obscuridade.

Além dos coros nos refrãos, o Dragonheart ganha muito com as linhas vocais, pois além de André Mendes (também guitarrista) mandar muito bem no vocal, o adicional do guitarrista Marco Caporasso cai como uma luva e os diálogos/duetos são sem sombras de dúvidas o grande diferencial da banda.

A trinca inicial é matadora e, sem desmerecer as outras faixas, o jogo ganho termina em Far from Heaven… Close to Hell, Black Shadow e The Arcane’s Palace, sendo que o restante é lucro com ênfase para a ótima Kill The Leader. Música pesada, fortes refrãos e velocidade na medida certa. Se as guitarras estivessem um pouco mais na cara, com certeza The Battle Sanctuary beiraria a nota máxima.

Dragonheart-The-Battle-Sanctuary-02

Nota: 8,5

Tracklist:

01. Far from Heaven… Close to Hell
02. Black Shadow
03. The Arcane’s Palace
04. Inside the Enemy’s Mind
05. Forged into Metal
06. Battle Lines
07. Marching Under the Stars
08. Circle of One
09. Kill the Leader
10. The Battle Sanctuary
11. Time Will Tell

Links sobre a banda:

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.