Por: (Arte Metal)

Quem acompanha os paulistas da Evildead esperava muito este primeiro álbum, afinal, na demo Evil Dead de 2012, a banda já apresentava um trabalho de qualidade. Só faltava aparar algumas arestas e lapidar algumas pedras preciosas que tudo daria certo.

Por fim, Demonized representa exatamente isso e supera as expectativas, pois estamos diante de um autêntico disco de Heavy Metal puro e simples, como muito vem se fazendo no Brasil em termos de qualidade. Porém, o quinteto de Avaré/SP, apesar de seguir a cartilha do estilo, impõe sua identidade e com ímpeto.

As quatro faixas que se encontram na referida demo, estão no novo disco e com uma roupagem nova mostram ainda mais o potencial do grupo. Claro que o grande destaque é Evil Dead com um trabalho instrumental primoroso e mostrando o quanto Tiago Oliveira está cantando, chegando a tons altíssimos, provando ser um dos melhores vocalistas do estilo no país.

As antigas composições se mesclam há outras seis novas (além de uma introdução) que provam que a banda, apesar de se manter fiel à raiz do Metal tradicional, não parou no tempo e evoluiu naturalmente. Com timbres de guitarras de muito bom gosto, a banda mostra um trabalho instrumental com peso na medida certa e coesão absurda.

A produção orgânica, porém moderna, está acima da média e faixas como Let The Apocalypse Begins, Demonize e Lady Reaper são os destaques. Mas, a cada audição uma ou outra a mais chama atenção, mostrando que o debut está longe de soar cansativo e é versátil. Metal pra quem gosta de Metal!

Evildead - Demonize

Nota: 8,5

Tracklist:

  1. Revelation 9 (Intro)
  2. Let the Apocalypse Begin
  3. Demonize
  4. Spartacus
  5. Lady Reaper
  6. Goetia
  7. Alone in the Anybody’s Land
  8. Evil Dead
  9. Heavy One
  10. The Seer
  11. Another Tyrant

Links sobre a banda:

Facebook / Soundcloud

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.