Por: (Arte Metal)

Quando lançou seu primeiro disco Stairway to Fairyland (1999), os alemães do Freedom Call aproveitaram o auge do Metal melódico e chegaram bem, porém mostrando um som que não economizava em um dos principais elementos do estilo, sim, a melodia.

Na verdade parecia que o grupo não iria muito longe por não se preocupar com os excessos, porém, Master of Light é a grande prova de que isso foi um engano. Este é o nono disco da carreira do grupo, que sempre manteve sua essência, sem se perder dentro de si mesmo.

Master of The Light traz toda característica da banda durante seus 19 anos de estrada e ainda irá satisfazer e muito os fãs do estilo. Aqui estão os bumbos duplos, a melodia sem dosagem e os refrãos pegajosos. Todos com guitarras na medida certa e teclados fazendo bem seu papel.

Não há resquícios de inovação, e se o leitor leva isso para o lado pejorativo comete um tremendo erro. Afinal, a banda se sai bem exatamente por conseguir manter sua essência e fazer disso algo interessante que, por incrível que pareça, não dará certo se sofrer uma mudança brusca.

As temáticas épicas e de ode ao Metal fazem do grupo uma espécie de Manowar mais açucarado, o que é a única coisa um pouco constrangedora aqui. Porém, ‘micos’ à parte, o resultado final de “Master of Light” é muito agradável. Destaque para as faixas Metal Is for Everyone, Hammer of The Gods, Master of Light, Ghost Ballet e Rock the Nation. Quer diversão? Adquira e seja feliz.

Freedom Call - Master of Light

Nota: 8,5

Tracklist:

  1. Metal Is for Everyone
  2. Hammer of the Gods
  3. A World Beyond
  4. Masters of Light
  5. Kings Rise and Fall
  6. Cradle of Angels
  7. Emerald Skies
  8. Hail the Legend
  9. Ghost Ballet
  10. Rock the Nation
  11. Riders in the Sky
  12. High Up

Links sobre a banda:

Site / Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.