Por: (Arte Metal)

O R.I.V (sigla de Rhythms In Violence) convidou a todos a conhecer o seu ‘Prog-Core’ no EP “Welcome to Prog-Core” (2017) e convenceu. Agora, com sua pegada consolidada solta este full-lenght onde mostra sua sonoridade melhor lapidada e com toda sua bagagem adquirida.

E como podemos definir a sonoridade da banda? ‘Própria’ seria o termo mais ideal, já que transitam por diversas vertentes da música pesada e ainda se utilizam de estruturas intrincadas, que ao mesmo tempo parecem soar simples também. Difícil entender, mas fácil de escutar.

O R.I.V. consegue fazer em músicas dinâmicas, algo objetivo, com viradas insanas, versatilidades bruscas e batidas Industriais soarem acessíveis, dentro da proposta e guardadas as devidas proporções, isto é, dentro da música pesada. E o resultado é muito interessante.

O Hardcore é percebido de cara, com riffs diretos e uma agressividade sem precedentes, a veia Progressiva surge na maneira de a banda executar e dar andamento pra tudo isso. Quebradeiras rápidas, timbragem estridente (que poderia inclusive soar mais pesada) e uma levada mais seca que a outra. É aquele tipo de disco que fica interessante a cada ouvida, onde se descobre novos elementos.

São grandes doze composições, com destaque para Headache, Rainbow Warrior’s Mayday, Freaks In Action e Delicious Nham! Nham!. A produção ficou a cargo de Alan Wallace (EMINENCE) e a arte da capa é muito legal, trabalho de Helbert de Sá. Tudo em uma bela digipak.

Resultado de imagem para R.I.V. – “Prog-Core”

Nota: 8,0

Link sobre a banda: 

Facebook

 

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.