ReVamp – Clash Club – São Paulo/SP

Comandada pela bela e talentosa Floor Jansen, atual vocalista do Nightwish e ex-After Forever, a banda holandesa ReVamp, divulga seu segundo álbum Wild Card, lançado no ano passado. Finalmente, nesta semana, o grupo se apresentou pela primeira vez em São Paulo na última terça-feira, após ao menos duas confirmações e cancelamentos de shows na cidade, devido aos problemas de saúde pelos quais a vocalista passou entre 2010 e 2011. Num dia que foi de total caos devido à greve de ônibus, que acarretou ainda mais trânsito pela cidade, muitos tiverem a sorte de que a Clash Club está relativamente próxima a duas estações de metrô, o que não prejudicou tanto a chegada ao local.

ReVamp (foto: Henrique Pimentel)

Com a casa recebendo um público razoável, pontualmente no horário marcado (20h30), o sexteto formado por Floor, e pelos excelentes músicos Arjan Rijnen e Jord Otto (guitarras), Henk Vonk (baixo), Matthias Landes (bateria) e Ruben Wijga (teclados) subiu ao palco e abriu o show com On the Sideline. Transmitindo muita energia e mostrando estar muito afiada desde o começo da apresentação, a banda tocou praticamente todas as músicas de seus dois álbuns lançados até o momento, durante quase duas horas de apresentação. Tal entrosamento no palco pode ser resultado da extensa turnê de mais de 30 shows realizados pela América do Norte abrindo para o Iced Earth e o Sabaton antes de chegar ao Brasil.

É claro que os holofotes estavam o tempo todo focados em Floor Jansen, e ela não decepcionou. A vocalista já havia passado pelo Brasil em outras ocasiões com o After Forever, com o projeto MaYan, do vocalista Mark Jansen e, mais recentemente, com o Nightwish, mas Floor  estava claramente feliz de finalmente tocar com sua banda solo no País. Alternando entre os líricos, vocais limpos e até se arriscando em determinados momentos com alguns surpreendentes guturais, como em Neurasthenia, a vocalista fez muitos elogios ao público presente e agradeceu aos fãs por diversas vezes, recebendo sempre muitos aplausos e diversos presentes.

ReVamp (foto: Henrique Pimentel)

É difícil apontar destaques, pois a banda conseguiu manter o show bem intenso durante quase todo o tempo, mas faixas como Wild Card, a bela balada Sweet Curse, além de Here’s My Hell, Head Up High e Nothing, essa última já no bis, foram alguns dos pontos mais altos da noite.

Claro que a grande maioria dos que ali estavam esperava ouvir ao menos uma música do finado After Forever, mas agora que o ReVamp tem repertório próprio suficiente para um show completo, infelizmente deixou de tocar músicas do extinto grupo que deu fama a Floor, como chegou a fazer algumas vezes na época em que estavam em turnê divulgando seu primeiro trabalho. Uma pena. De qualquer forma, acredito que o público tenha saído bastante satisfeito da Clash, pois foi uma ótima apresentação. Talvez agora a banda demore um tempo considerável para lançar outro disco e voltar a tocar por aqui, pois Floor deve entrar em estúdio com o Nightwish nos próximos meses, mas certamente os fãs torcerão e muito por um retorno.

ReVamp (foto: Henrique Pimentel)

Após o show, alguns fãs sorteados pelo Facebook ou por terem adquirido algum item no estande de merchandising antes do show, onde ganhavam um número para um sorteio, ainda tiveram a chance de participar de um meet & greet com a banda, onde puderam tirar fotos e pegar alguns autógrafos com os integrantes.

Clique aqui e confira todas as fotos desse show

Setlist:

The Anatomy of a Nervous Breakdown: On the Sideline
The Anatomy of a Nervous Breakdown: The Limbic System
In Sickness ‘Till Death Do Us Part: All Goodbyes Are Said
Wild Card
Kill Me with Silence
Precibus
Sweet Curse
Amendatory
Million
Distorted Lullabies
I Lost Myself
Intermission
Here’s My Hell
Head Up High
The Anatomy of a Nervous Breakdown: Neurasthenia
Misery’s No Crime
In Sickness ‘Till Death Do Us Part: Disdain
Wolf and Dog

Bis:
Sins
Nothing
In Sickness ‘Till Death Do Us Part: Disgraced