Por: (Arte Metal)

Há males que nem sempre vêm para o bem, mas tudo tem seu lado bom, nem que for o mínimo. A reformulação que o Rage passou no ano passado, com a saída do exímio guitarrista Victor Smolski, além do baterista André Hilgers, deixou os fãs um tanto quanto preocupados.

Mas, tudo corre bem e, apesar de perder em criatividade e técnica, Peter “Peavy” Wagner (vocal/baixo) – eterno líder do Rage – ganhou em qualidade e objetividade com as entradas de Vassilios “Lucky” Maniatopoulos (bateria) e Marcos Rodríguez (guitarra), que estrearam neste The Devil Strikes Again.

O lado mais progressivo, além do flerte com a música clássica aqui estão praticamente nulos e o Rage retorna a algo mais direto e visceral. Mais simples, as músicas ganham em empolgação e trazem de volta a aura que permeou sua sonoridade durante a década de 80. Lembrando que este é o 23º disco do grupo, desde que atendiam por Avenger.

Guitarras mais diretas com riffs potentes, além de poucos solos, são aliadas a uma cozinha já conhecida pelo baixo simples e eficiente de Peavy, com uma bateria precisa do novo integrante Maniatopoulos. Falando em ‘novo integrante’, Rodríguez pode não possuir a classe de Smolski, mas sem dúvidas é um bom guitarrista.

O resultado é um disco de composições fortes, com refrãos pegajosos e uma mescla de Metal tradicional com Hard Rock que funciona muito bem. Destaque para músicas como The Devil Strikes Again, My Way e Back on Track que fazem uma trinca inicial sensacional, além das ‘harders’ The Final Curtain e War, lembrando que a primeira metade do disco é avassaladora.

Ainda pode-se destacar Spirits of The Night e Dark Side of The Sun que traz uma variação maior perante as demais. A versão nacional ainda conta com um CD bônus que traz três covers: Slave to the Grind do Skid Row, Bravado do RUSH e Open Fire do Y T, todos com a cara do Rage, sendo que Bravado ficou muito interessante. As outras composições são próprias e não destoam do disco principal. Melhor álbum do Rage desde Unity (2002).

Rage - The Devil Strikes Again

Nota: 9,0

Tracklist:

  1. The Devil Strikes Again
  2. My Way
  3. Back on Track
  4. The Final Curtain
  5. War
  6. Ocean Full of Tears
  7. Deaf, Dumb and Blind
  8. Spirits of the Night
  9. Times of Darkness
  10. The Dark Side of the Sun

Links sobre a banda:

Site / Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.