Oriundos da região Sul Fluminense do estado do Rio de Janeiro, o Monstractor chegou com tudo em seu debut album, entitulado Recycling Thrash, o disco foi gravado e produzido no renomado Mr. Som, estúdio de ninguém menos que Marcello Pompeu e Heros Trench (Korzus) que cuidaram de todas as etapas do processo de gravação desse incrível debut da banda. Klein (baixo e vocal), Monsterman (guitarras) e Demetrio Maia (bateria) compuseram um petardo.

Perfeito em todas as suas músicas mostradas no disco, a banda mostra uma energia, uma força incrível, músicas quem não deixam nada a dever a grandes bandas do estilo em todo o país e no mundo também. As vozes de Klein são agressivas, pesadas e de fácil compreensão. Monsterman aparece com riffs incríveis e a bateria de Demetrio possui uma agressividade única, sensacional.

A banda aposta segue a proposta do Thrash Metal visceral, sem bobeiras e firulas, reto, direto no ponto e com letras que vão pelo mesmo caminho, mas usando um pouco de “fantasia” para espremer na cara de todos os seus ouvintes o quão ruim estamos indo nesse mundo. O disco encerra com o cover do Expantor, The Brood, que, sinceramente, eu não conheço a banda original, mas a versão do Monstractor encerra bem demais o disco, fazendo da banda uma promessa de coisas boas demais e vejo que, se depender desse power trio, tenho certeza que o nome Monstractor vai ainda muito longe.

Cover

Nota: 10

Tracklist:

01. Take the suffering
02. Bermuda Triangle
03. Monsterman
04. Lycanthrone
05. Whiskey Hangover
06. Brazilian Roswell
07. Death by Walrus
08. Immortal blood
09. Vultures
10. Corrosive envy
11. The 4th Kind
12. The Brood* (Expantor cover)

Formação:

Klein – Baixo e Vocal
Monsterman – Guitarra
Demetrio Maia – Bateria

Augusto Hunter

TI, Headbanger e Redator desse estimado Portal.