Por: (Arte Metal)

A SINAYA chega ao seu debut e superando as expectativas. É inegável o talento da experiente banda, que conta em sua formação atual com Mylena Monaco (vocal/guitarra, ex-METALLIC CRUCIFIXION), Renata Petrelli (guitarra, ex-HELLARISE), Cynthia Tsai (bateira, Scatha, ex-TRINNITY) e Bruna Melo (baixo), mas é fato que com musicistas conhecidas, a exigência aumenta.

Porém, o quarteto não peca em nenhum momento e mostra naturalidade durante todo o disco. A linha tênue entre o Thrash e o Death Metal é onde a banda caminha, com conhecimento de causa e uma competência absurda, com foco nas guitarras, mas com uma cozinha poderosa.

Mostre este disco ao seu amigo que só pensa em solos de guitarras, e crave pra ele a importância dos riffs. Afinal, o que ouvimos nas oito composições é uma aula de como se criar uma massa sonora com a guitarra, mostrando bom gosto e muito peso, com timbres muito bem escolhidos.

Aliás, aproveita e chama seu outro amigo que acha que Metal extremo é velocidade, e mostre como a cadência das composições aqui contidas (não é nada arrastado, apenas sem exageros) caem feito uma bigorna na cabeça. Mérito, aliás, do baixo estonteante e vibrante, e da bateria com pegada e uma execução de bumbos duplos primordial.

Abyss to Death, Bath of Memories e Infernal Sight talvez sejam as composições que mais resumem o trabalho, o que não impede de ouvir todo o conteúdo, que é muito bom. Talvez o pormenor sejam algumas levadas semelhantes, o que não ofusca a qualidade deste debut. Deleite-se.

Sinaya - Maze of Madness

Nota: 8,5

Tracklist:

  1. Life Against Fate
  2. Abyss to Death
  3. Always Pain
  4. Bath of Memories
  5. Crowd in Panic
  6. Infernal Sight
  7. Deep in the Grave
  8. Buried by Terror

Links sobre a banda: 

Site

Facebook

Vitor Franceschini

Jornalista graduado, editor do Blog Arte Metal.